Publicidade

Desde sexta-feira passada (08/12), os moradores da rua Hilda Ana Machado, situada no bairro Fundos, não sabem o que é água nas suas torneiras. De tanta reclamação das 70 famílias que lá residem, a Casan enviou hoje (quarta, 13/12) um caminhão pipa para abastecer, em caráter emergencial, os moradores da referida rua.

O trabalhador na área do gesso, Valmor Antunes, 37, residente na citada rua, gravou um vídeo onde expressou sua indignação contra o quinto dia consecutivo sem água.  Alguns moradores não sabem o que é tomar um bom banho faz dias!!!

Em entrevista ao JBFoco, Valmor observa que a falta d´água sempre ocorre nos meses de verão. “Mas desta vez foi demais. A Casan disse que iria diminuir a vazão para fazer um reparo e que o abastecimento voltaria ao normal naquele mesmo dia. Mas não foi o que aconteceu. E o mais grave foi que, enquanto a situação de outros bairros foi normalizada, nós aqui da rua Hilda Ana Machado continuamos sofrendo”, disse Valmor.

“Eu até posso agradecer a Casan por enviar Caminhão Pipa depois que reclamamos. Mas não queremos viver assim, dependendo de caminhão pipa. A Casan tem de resolver o problema do nosso abastecimento, que é sempre deficiente”, observa o morador.

 

CAIXA

A rua Hilda Machado está situada num morro. Para que os moradores da parte alta recebam água, é preciso pressão na tubulação, o que não é muito frequente.

Na opinião de Valmor, é preciso instalar uma grande caixa no alto do morro sendo que a água seja puxada por bombas, tal como é no morro do bairro Prado.

Na década de 1990, a população da parte alta do bairro Prado sofria com constante falta de abastecimento. O problema só foi resolvido após a instalação de uma grande caixa com bombeamento. O Prado conseguiu por causa da pressão da população e por envolver políticos da cidade para fazer sua parte na pressão com a direção da Casan.

Valmor observa: “Prefeito Ramon. Pedimos a sua ajuda para que a nossa comunidade consiga resolver o problema da falta d´água. Precisamos de caixa e bomba em cima do morro para resolver de uma vez por toda esse transtorno”.

VÍDEO

Publicidade