A leitora Adriana Regina de Melo, instrutora de yoga do centro de Biguaçu, enviou a seguinte “bronca”: “ Não gosto vir por esse meio fazer reclamações, porém está demais um abuso com poluição sonora aqui em Biguaçu. Cadê a fiscalização com poluição sonora não respeitando horário de silêncio?
É proibido perturbar o sossego alheio fazendo barulho acima dos limites estabelecidos em lei. A Lei Distrital 4092 de 2008 regulamenta o controle da poluição sonora e os limites máximos de intensidade da emissão de sons e ruídos, resultantes de atividades urbanas e rurais no Distrito Federal.
Hoje (sábado, 02/12/2017), às 08h da manhã, já tinha som. É um desfile de carnaval mais de motos e carros com seus som músicas e anúncios aqui na rua Sete de Setembro mesmo. É impossível dormir até mais tarde e muito menos dormir cedo.
Peço ajuda outras pessoas para irmos em algum órgão da prefeitura resolver essa situação. Desculpe-me o desabafo
.”

Com a palavra, a Prefeitura Municipal de Biguaçu.