Na noite de terça (03/04), a diretoria da Liga dos Gincaneiros fechou um acordo com a prefeitura de Biguaçu e isso permitirá a realização da 22ª gincana no próximo mês de maio, durante o aniversário da cidade.

Pelo acordo, a liga continuará administrando a gincana em si. A única diferença é que a prefeitura não irá mais repassar recursos à liga dos gincaneiros, que fazia ela mesma a contratação da empresa que organizava e executava as tarefas. Esse dinheiro será repassado diretamente à empresa e não mais à liga.

De acordo com a prefeitura, essa mudança deve-se à necessidade se adequar à lei nº 13.019/2014. Esta “estabelece critérios às parcerias e acordos de cooperação entre a administração pública e organizações da sociedade civil.”

 

AVISO

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.

bit.ly/WhatsJBFoco

 

O JBFoco não entendeu direito: então a prefeitura paga para uma empresa elaborar as “brincadeiras” da gincana? É isso? Mas precisa contratar uma empresa para organizar as “tarefas” que os participantes da gincana precisam fazer?  Isso não pode ser trabalho executado por uma equipe da secretaria de educação e cultura da prefeitura de Biguaçu? Que coisa estranha é esta? Então não se tem sequer confiança em alguém da secretaria municipal para essa tarefa?

Geralmente paga-se para uma empresa instalar palco, som, levantar uma tenda ou fornecer comida ou bebida ou sabe-se lá o que para um evento. Agora uma empresa para pensar em pensar em tarefas de gincana?

Bom! A matéria da assessoria de imprensa da prefeitura de Biguaçu não explica tal detalhe a não ser dizer que na gincana deste ano já tem 105 inscritos.

Realmente Biguaçu é um lugar interessante: aqui a população gosta de gincana e participa.