Publicidade

Ontem (quinta, 25/05), o posto Athenas, situado na rua Getúlio Vargas, entrada do centro de Biguaçu, vendia gasolina a R$ 4,69, ou seja, 43 centavos a mais em comparação ao preço que praticava na quarta (23/05), sendo que na terça (22/05), início da crise do abastecimento provocado pela greve dos caminhoneiros, o valor era menor do que os R$ 4,26 de quarta, conforme já mencionado. Ou seja, em três dias, três preços diferentes.

Para o chefe do Procon, Ivo João Siqueira Neto, 34, popular Ivinho, o posto Athenas cometeu abuso num momento delicado, pois, sem opção, no desespero, motoristas que precisavam abastecer tiveram de pagar pela gasolina quase beirando os R$ 5,00.

O mercado é livre. Os comerciantes podem estabelecer os preços a seu bel prazer. O que não pode é aproveitar-se de situações delicadas para “faturar” em cima, isto é, aumentar os preços só porque é o único que ainda tem o produto. Isso caracteriza-se abuso.

Só para se ter uma ideia. Um posto de gasolina na rua Mauro Ramos, centro de Florianópolis, foi multado pelo Procon ontem (quinta, 24/05) porque não conseguiu explicar a razão de ter aumentado o preço da gasolina para R$ 4,69 na quarta (23/05) durante a crise de abastecimento. Por isso, o posto foi lacrado. Vale lembrar que o posto Athenas de Biguaçu vendeu exatamente por esse preço abusivo.

Ivinho foi acionado e correu para o posto Athenas ontem (quinta, 24/05) no início da tarde. No entanto, quando lá chegou, o estoque de combustíveis já tinha acabado e um funcionário já tinha desfeito a placa com os preços da gasolina, álcool e óleo diesel. Ou seja, o chefe do Procon não conseguiu provas, mas o JBFoco estampou foto da placa do posto com o preço de R$ 4,69. Esta é a sua primeira prova de que o posto em questão cometeu o abuso.

Quem tiver nota fiscal de abastecimento neste posto entre terça (22/05) a quinta (24/05), entre em contato com o Procon de Biguaçu. O fone é (48) 9-8444-8140. Este é o número de Ivinho e também whatsApp. Você pode mandar foto da nota fiscal pelo whats. O Procon vai atuar o posto Athenas. Por isso, colabore com provas para que isso nunca mais se repita. “Eles não podem fazer isso com a população. Por isso, vamos puni-los”, observa o chefe do Procon biguaçuense.

 

(VÍDEO) Posto aproveita para “carcar” no preço da gasolina

AVISO

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.

bit.ly/WhatsJBFoco

Publicidade