Publicidade

E o pior que esse projeto de lei enviado pelo prefeito tem tudo para passar pois os legisladores dele são a maioria da câmara municipal. A oposição quer levar o povo na casa do povo.

É para acabar. Na última segunda-feira (04/06) o prefeito de Biguaçu Ramon Wollinger (PSD) enviou um projeto de lei para a câmara municipal com o objetivo de criar mais 34 cargos comissionados, uma secretaria e uma superintendência municipal.

Em tempos de crise onde governantes estão fazendo reformas administrativas com o objetivo de trazer economia e enxugamento da máquina administrativa, Ramon rema na contramão no que diz respeito a responsabilidade de um homem público. Realmente o prefeito de Biguaçu perdeu o pudor. Que Biguaçu se lasque!

 

BLINDAGEM

Não faz 15 dias que a maioria dos vereadores de Biguaçu blindou Ramon em ele ter que vir na câmara municipal se explicar de situações como notório crescimento patrimonial pessoal e por ter trabalhado em dois empregos na época em que era vice-prefeito da cidade.

Pelo jeito, o homem deve estar se achando o Rei de Biguaçu e que pode tudo. É uma vergonha total esse projeto e um tapa na cara das pessoas de bem do município, principalmente dos empresários que não geram empregos por causa dos impostos que eles geram.

 

TUDO PODE

Ramon, no mês passado, fez uma licitação de 427 mil reais em marmitas. Serão 35.620 marmitas entregues para matar a fome de funcionários de 6 secretarias da gestão.

A falta de creche em Biguaçu é crescente. Ele e sua irmã, a secretária Karoline Wollinger, torraram 750 mil reais em publicidade.

Com o apoio dos vereadores dele, Ramon faz o que quer. Mantem muitos legisladores no cabresto por causa dos empregos de cargos comissionados que os vereadores indicam.

O tribunal de contas encontrou um bocado de coisa errada nas contas de Ramon de 2016, mas sua patota deverá aprovar por que a palavra final são dos legisladores de Biguaçu.

Em 15 anos o prefeito de Biguaçu teve um crescimento econômico de mais de 3.000 % e foge que nem o diabo da cruz para dar explicações.  Agora, sobe o manto protetor da câmara municipal, quer criar literalmente um tem da alegria?

 

CADÊ O MP?

Cadê o ministério público dessa cidade? Biguaçu precisa de tanto cargo assim? Quanto de gasto essas contratações gerarão?

Ramon mentiu no início de sua gestão quando disse que iria fazer uma reforma administrativa para fazer economia.

Olha só o que ele quer colocar de goela abaixo, criando cargos comissionados inúteis para empregar indicações de vereadores principalmente?

01 – Superintendente municipal de defesa civil,

02 – Assessor de governo,

03 – Diretor de controle e atendimento externo do gabinete do vice-prefeito,

04, 05 e 06 – 3 assistentes da procuradoria,

07- Assistente de gestão e planejamento urbano,

08- Assistente de administração,

09- Gerente de Tecnologia de Informação,

10 – Gerente de Patrimônio e Controle Institucional,

11- Gerente de Assuntos contábeis,

12- Assistente de Programas e Serviços Estaduais e IGP,

13- Assistente de Manutenção de Equipamentos de Informática,

14- Superintendente da Receita,

15- Gerente da receita,

16- Assistente de Assuntos de receita,

17- Assistente tributário,

18- Diretor de Integração e Atenção em saúde,

19- Gerente de Unidade de Saúde Avançada,

20 – Diretor de Obras e Engenharia,

21- Diretor de Segurança em Obras,

22- Diretor de Gestão de Obras,

23- Gerente das Normativas de Trânsito,

24 – Superintendente da Assistência Social.

25, 26, 27 e 28- 4 Assistentes operacionais.

29- Assessor da Assistência Social e da Terceira Idade.

30- Assessor da Criança e da Juventude,

31- Coordenador de Habitação e Interesse Social,

32- Chefe de Divisão Agropecuária,

33- Diretor das Atividades Esportivas,

34- Assessor de Corregedoria

 

IRRESPONSABILIDADE

Com tantos funcionários que a PMB tem por que não se treina alguns deles para poder suprir a demanda que a gestão Ramon solicita na justificativa em criar esses 34 cargos? Se continuar assim, o prefeito vai criar o cargo de engraxate e cabeleireira para embelezar a cúpula de sua gestão. É muita cara de pau mesmo!

 

MAIORIA

O prefeito Ramon tem maioria e deve conseguir aprovar esse projeto de lei absurdo por que ele tem a maioria dos vereadores amarrados com os cargos comissionados que eles indicam. Se algum vereador da base aliada não votar no que Ramon determina, o dito cujo perde a indicação de emprego que fez dentro da prefeitura.

Por isso, a rejeição de contas que o TC (Tribunal de Contas) determina e esse projeto absurdo que empurra um bocado de emprego deve passar sem vaselina.

 

REAÇÃO

Só o povo pode mudar. A oposição de Biguaçu quer, no dia da votação desse projeto, fomentar a vinda das pessoas na câmara municipal.

O objetivo é com que todos vejam a cara de cada legislador e sua posição sobre o referido projeto complementar 09/2018 que cria esses cargos.

Além disso o prefeito Ramon cria novamente a secretaria de orçamento participativo e Superintendência Municipal de Defesa Civil. Tudo isso é para acolher mais aliados e melhorar os salários deles.

A vergonha tomou conta de Biguaçu e se continuar assim a cidade vai virar a terra de ninguém porque aqui pode-se tudo e que se lasque o povo.

 

Décio Baixo Alves

E-mail: decio@jbfoco.com.br.

Capa da edição de segunda, 11.06.2018. (Foto Reprodução)

AVISO
Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.
bit.ly/WhatsJBFoco

Publicidade