Publicidade

João José dos Santos, ex-vice-prefeito de Biguaçu entre 2001 a 2004, enviou ao JBFoco sua posição com relação à atual crise da greve na prefeitura de Biguaçu. Aqui seu posicionamento:

Sou servidor público há 30 anos. Não é a primeira ocasião em que vivencio esse tipo de crise entre administração pública e servidores. Compreendo que este momento reflete de forma intensa, parte de um longo processo de fragmentação e enfraquecimento do serviço público como um todo, pois não se trata somente de salário, se trata de estrutura, de investimento e quem está na ponta, servidores e cidadãos, sabem muito bem que o que mais tem faltado no serviço público é respeito por parte dos governantes.

Neste momento fica claro que as ações que se iniciaram em 2016 e que se desenrolaram nas reformas propostas pelo governo Michel Temer, gerando uma agenda de retiradas de direitos dos trabalhadores, se manifestam também em âmbito local. Atualmente vivemos num cenário de desmonte do serviço público com a PEC/95 em vigor desde dezembro de 2016. Com os gastos públicos congelados por 20 anos, o sucateamento do serviço público é inevitável. Quando, em julho de 2017, sancionaram a reforma trabalhista, convenceram boa parte da população que seria uma forma de gerar mais empregos, de modernizar e dinamizar a economia. Já se passou mais de um ano e desde então estamos com cerca de 30 milhões de pessoas na informalidade e mais de 13 milhões de desempregados, sem qualquer tipo de seguridade social. Falaram à população que com o negociado prevalecendo diante do legislado teríamos mais harmonia no mundo do trabalho e aí está o resultado, o negociado não foi cumprido e os servidores públicos municipais de Biguaçu estão sentindo na pele o quanto é perversa a política de retirada de direitos.

O meu compromisso com os servidores públicos não é matéria de campanha eleitoral, construí minha vida profissional alicerçado nos valores de servir com respeito, responsabilidade e competência a toda a sociedade catarinense.

Exº. Sr.º Prefeito, os servidores públicos são o maior patrimônio da administração pública, portanto solicito que os receba, negocie os melhores termos para ambas as partes. É imperativo que esta situação se resolva de forma conciliatória, sem a necessidade do uso da força policial como estamos lamentavelmente assistindo nos últimos dias, para que não haja maiores prejuízos às partes e principalmente aos munícipes. Tenho fé que em breve haverá o vosso reconhecimento à sua equipe de trabalho, os servidores públicos municipais.

Todo o meu apoio aos servidores municipais de Biguaçu!

Contem comigo!

João José dos Santos

 

AVISO
Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.
bit.ly/WhatsJBFoco

Publicidade