Publicidade

A secretária de educação de Biguaçu, Kátia Bichels, foi eleita democraticamente para ocupar esse cargo em votação direta dos professores e funcionários da instituição. Ou seja, sua indicação veio diretamente da maioria dos professores, hoje boa parte dos quais estão em greve por melhores salários.
Kátia está sendo questionada: afinal de contas, apoia ou não os professores em greve? Irá cobrar do prefeito Ramon que este negocie com os grevistas ou vai ficar quieta para não perder o cargo?

O governo Ramon é campeão em incoerências.  Ao realizar eleições diretas para a função de Secretária de Educação quis se mostrar um exemplo de gestor participativo e democrático.

No entanto, manteve as nomeações políticas para os cargos de direção das escolas municipais e a proposta de eleições diretas é hoje uma das demandas dos servidores, colocada na pauta de negociações.

Ramon vai atender essa proposta do Sindicato ou var rasgar seu discurso? E por falar em Secretaria da Educação, tendo sido eleita secretária pelos funcionários, qual a posição da secretária Kátia Bichels sobre as reivindicações feitas pelo sindicato em relação à sua pasta? Apoia seus funcionários eleitores ou apoia o Prefeito?

Não se pode servir a dois senhores ao mesmo tempo, diz dito popular.

 

COBRANÇA

 

Magali Prazeres. (Foto Arquivo JBFoco)

 A bancada do MDB desde o dia 13/08 vem cobrando um posicionamento do prefeito municipal referente à situação da greve no município, a vereadora Magali tem solicitado insistentemente nas sessões que seja marcado uma reunião com o sindicato, executivo municipal. Aqui a carta da vereadora: “Senhor prefeito), servidores interessados e Câmara de Vereadores para buscar alternativas em tentar negociação com os servidores públicos, tendo em vista que a maioria das reivindicações feitas é de cunho trabalhista e não vem sendo cumpridas no âmbito municipal. Também foi protocolado na tarde de ontem 22/08 um ofício da bancada do MDB solicitando posicionamento da secretária da educação sra. Katia Bichels acerca das reivindicações dos servidores cobrando seu posicionamento, tendo em vista que seu cargo foi eleito pelos servidores, e solicitando seu apoio como parte do executivo em intermediar essa conversa com o prefeito municipal.”

Décio Baixo Alves

E-mail: decio@jbfoco.com.br

AVISO
Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.
bit.ly/WhatsJBFoco

Publicidade