Recebi na tarde deste sábado (27/10) o telefonema de uma senhora da cidade de Pato Branco, interior do estado do Paraná.

Ela pediu para não ser identificada. A razão é que ela teme ser motivo de chacotas, o que é compreensível. Vamos identificá-la como Maria. Tem 40 anos, é dona de casa e mora na zona urbana daquela cidade paranaense.

Na madrugada de hoje (sábado, 27/10), ela presenciou um fenômeno paranormal que a deixou de cabelos arrepiados.

Depois do ocorrido, ela foi pesquisar o assunto na internet e acabou encontrando uma reportagem do JBFoco que relatava o mesmo fenômeno ocorrido aqui em Biguaçu. Pela internet, Maria consegui o número do celular do editor do JBFoco, Ozias Alves Jr, e, através do whattsapp, contatou.

Que história aconteceu a ela? Que fenômeno ocorreu com semelhança a caso ocorrido aqui em Biguaçu? Eis a história.

 

FENÔMENO

Maria conta que estava dormindo quando, por volta das três horas da madrugada, escutou um barulho estridente.

“Era o barulho de uma carroça sem grava cheia de latinhas. O som era estridente. A carroça estava passando na frente da minha casa. Fiquei senti um arrepio. Tive uma intuição de que aqui não era coisa desse mundo”, conta.

O barulho acordou o esposo de Maria, mas ambos ficaram paralisados. Maria não teve coragem de levantar-se para abrir a cortina com o objetivo de ver o que estava acontecendo.

Outro detalhe que lhe chamou a atenção foi o fato de que seus três cachorros, que geralmente são barulhentos, encontram-se totalmente mudos durante o fenômeno. Os animais estavam apavorados como também os cachorros da vizinhança.

 

NÃO HAVIA NADA

Na frente da casa de Maria, do outro lado da rua, está a casa de sua mãe. Naquele momento em que ocorreu o fenômeno, a mãe de Maria levantou-se e foi até a janela. Abriu a cortina, mas, para sua surpresa, não havia absolutamente nada na rua, apesar do barulho que continuava estridente. A senhora também pensou que se tratava de uma carroça repleta de latas, mas onde estava?

O fenômeno também foi presenciado pelo irmão de Maria, que dormia no quarto da mãe. É que ele está em tratamento de saúde, tentando-se curar de uma grave doença.

 

INTERNET

Maria não sabe precisar por quanto tempo o barulho foi ouvido, mas não deve ter sido mais do que um minuto ou pouco mais. Tal como apareceu, desapareceu completamente.

O que foi que aconteceu? O que era aquilo? Que carroça (invisível) era aquela que emitia um som estridente de latas?

Ao amanhecer, Maria ligou o computador e foi pesquisar no google. Ela escreveu a seguinte frase: “Essa madrugada um barulho de carroça com latas.”

Acabou encontrando a matéria publicada em 23 de abril deste ano no site do JBFoco intitulada “Casal afirma que misterioso ser apareceu no bairro Prado”.

 

BIGUAÇU

No bairro Prado, Biguaçu, existe uma lenda segundo a qual em certas ocasiões populares teriam visto (ou ouvido) uma misteriosa carroça que aparecia de madrugada e emitia uma barulheira de latas.

A lenda tem algumas versões. Uma seria a de que a carroça era conduzida por macacos que batiam latas. Outra era a de uma carroça sem condutor que também emitia som de latas batendo umas nas outras.

Há uma terceira versão, a de um caminhão que passa sem um motorista dirigindo.

Maria, a senhora de Pato Branco, conta que leu a matéria e observou que os detalhes encaixavam com sua história. Só não havia a presença de “macacos”, mas o som das latas foi o que mais chamou a atenção.

“O que foi isso? O senhor tem alguma explicação para esse fenômeno? É uma carroça fantasma?”, perguntou Maria.

Infelizmente não somos pesquisadores de paranormalidade, mas talvez o fenômeno (carroça que emite som de latas batendo, tendo ou não “macacos” como condutores) não seja isolado nem de Biguaçu e agora em Pato Branco, interior do Paraná.

CONTATOS

Quem tem algum relato sobre paranormalidade (óvnis, fantasmas, aparições, espíritos etc), entre em contato com o jornalista Ozias Alves Jr pelos e-mails reportagemjbfoco@gmail.com ou ozias@jbfoco.com.br ou pelo whattsapp (48) 9-9616-7773.

Garantimos o sigilo de sua identidade. Vamos documentar esses casos. Conforme dissemos antes, não somos pesquisadores de paranormalidade, mas os relatos podem ajudar aquelas pessoas que estudam o assunto. Daí a importância do registro.

Casal afirma que Misterioso Ser apareceu no bairro Prado

AVISO        

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.

bit.ly/WhatsJBFoco