Publicidade

Fernando Henrique da Silveira (*)

 

Em toda eleição é comum parte da população se envolver ativamente nas campanhas políticas, seja através das redes sociais ou mesmo participando de carreatas, distribuição de material de campanha, etc. A participação popular é excelente para a democracia, sendo o exercício da cidadania salutar para o aprimoramento e solidificação da mesma.

Ocorre que nem sempre a participação de muitos se dá por mero amor a pátria ou por melhoramentos para a sociedade, visto que muitos visam apenas o próprio benefício, com a busca da vitória eleitoral de seus candidatos, visando a ocupação de cargos comissionados, sem que muitas vezes preencham condições mínimas para exercício das funções, o que acarreta a falta de eficiência dos serviços públicos.

Os candidatos, na ânsia de chegar ou se manter no Poder, se aliam aos diferentes grupos políticos para através de coligações oportunistas, sem o mínimo de prudência entre ideologias partidárias, no sentido de juntos obterem as benesses que o Poder possibilita, tais como: uso de motoristas e carros oficiais, moradia funcional, verbas de gabinete, possibilidade de nomeação de assessores, dentre tantas outras vantagens incompatíveis com a atual crise que grande parte da população vem enfrentando, seja pelo desemprego, falta de moradia, falta de comida, além de outras carências que afetam a dignidade de qualquer cidadão.

A cada término de primeiro turno, o que se vê são oportunistas de plantão, que passam a “esconder as suas bandeiras”, visto que tendo os seus candidatos perdido a eleição, não conseguindo ir para o segundo turno, passaram a ficar órfãos dos então eventuais detentores do poder.

Diante de tais situações, cabe a população analisar melhor as candidaturas, suas coligações, seus apoiadores, no sentido de diminuir as campanhas que não visam o bem comum. Cabe também aos candidatos de segundo turno, seja na esfera estadual, bem como nacional, se cercar de apoiadores com conduta ilibada, sem histórico que venha a afetar negativamente a futura governabilidade.

 

(*) FERNANDO HENRIQUE DA SILVEIRA

Advogado, Funcionário Público e Professor

e-mail: fernandohsilveira@hotmail.com

Fone: 48 – 9 84578842 (WhatsApp), 48 – 9 9953848

AVISO

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.

bit.ly/WhatsJBFoco

Publicidade