Publicidade

Passa ano, entra ano e a questão dos moradores de rua no centro de Biguaçu é empurrada com a barriga, isto é, nada é feito para dar uma solução plausível para o problema desses andarilhos.

Afinal de contas, será construído ou não um abrigo, albergue ou sei lá o quê para atender moradores de rua em Biguaçu?

Ou haverá algum programa para enviar esses andarilhos para suas cidades de origem?

O fato básico é o seguinte: esses andarilhos incomodam os transeuntes que passam pela praça Nereu Ramos. Ora estão abordando motoristas que estacionam veículos na praça querendo pagando pelo estacionamento, ora estão pedindo esmola de forma insistente, ora estão alcoolizados mostrando agressividade e sabe-se lá onde fazem suas necessidades fisiológicas.

Ninguém aqui está defendendo algo radical contra eles tipo prendê-los e mandá-los à força fora do município, mas algo precisa ser feito, claro, dentro dos limites da lei e dentro do que estabelece a legislação dos direitos humanos.

 

MEDIDAS

É sabido que alguns deles (a maioria) são viciados em crack. Aliás, por pena, quando damos esmolas, estamos infelizmente alimentando o vício deles, pois os mendigos, com um pouco de dinheiro no bolso, vão logo atrás dos traficantes para comprar crack, uma droga barata.

Perguntar não ofende: a prefeitura tem algum programa de internamento (voluntário ou à força, como certa vez fez a prefeitura de São Paulo) para os mendigos viciados em crack? Está buscando verbas para implementar um programa nesse sentido?

Em resumo: tem alguma ação ou continua sendo o velho “deixa como está para ver como é que fica?” O velho e bom “empurrar com a barriga” o problema?

 

VIADUTOS

E por falar em mendigos e viciados em crack, o leitor já viu o que a prefeitura de Florianópolis fez nos viadutos que cortam a via expressa, a rodovia de acesso à capital?

Os vãos dos viadutos foram preenchidos por milhares de sacos de areia. O objetivo é impedir que os mendigos ocupem o espaço, isto é, que eles não venham a usar o local como abrigo.

A questão é: isso é legal (nos dois sentidos da palavra) ou certa crueldade, pois está privando-os de abrigo?

É verdade que vão de viaduto não pode nem deve virar “casa” de ninguém. Além do mais, logo vira uma bela de uma lixeira. Realmente os viadutos da Via Expressa haviam transformado-se em pequenas favelas.

O que me chama a atenção ultimamente é que Florianópolis vem atraindo cada vez mais mendigos e viciados em crack. É impressionante a quantidade deles nas ruas, principalmente nos semáforos. A coisa já saiu do controle.

 

 

 

É muito FÁCIL receber notícias gratuitamente e concorrer a uma bicicleta!

JBFoco

#jbfocowhattsapp

  1. Envie uma mensagem no whattsapp para o número (48) 9-8484-7539 com a palavra OK!

  2. Além de receber notícias GRATUITAMENTE, você concorrerá a uma bicicleta.

Prêmio a ser sorteado: Bicicleta Aro 26 Beach 18V

Sorteio: Dia 05.03.2019 ( 05 de março de 2019)

Quem já recebe as reportagens pelo whattsapp está concorrendo automaticamente.

Publicidade