Publicidade

MEIA MARATONA

 

Policial Gauss Lins, na Meia Maratona de Floripa (Foto Divulgação)

O Sargento da Polícia Militar, policial Gauss Lins, realiza um excelente trabalho relacionado ao PROERD. O seu trabalho nas escolas tem sido um grande sucesso.

O colunista esteve em uma de suas apresentações e pode perceber que o policial faz o seu trabalho com toda a maestria, passando o seu conhecimento de forma agradável e acessível, deixando os pais e professores ainda mais motivados, o que evitará ainda mais a possibilidade do uso de drogas entre os seus alunos e filhos. Bem instruídos, de forma adequada, os pais e aprofessores poderem melhor colaborar com a solução de tal problema, atualmente tão grave na sociedade.

Nos dias atuais, qualquer pessoa pode citar facilmente alguém com problemas com dependência química, seja na própria família, no grupo de amigos, na vizinhança ou mesmo no local de trabalho ou na escola.

LOTEAMENTO SANTA CATARINA

 

Acesso impedido. (Foto Divulgação)

 

Calçamento em péssimo estado. (Foto Divulgação)

 

Alguns moradores do Loteamento Santa Catarina, município de Biguaçu, enviaram para o colunista, fotos que comprovam o fechamento de algumas ruas, com a colocação de grandes tubos de concreto, impedindo o livre acesso ao loteamento. Igualmente, enviaram fotos, que também caracterizam a péssima situação do calçamento de algumas ruas do mesmo loteamento, o que piora consideravelmente quando chove. Os moradores aguardam melhorias no local, pois alegam que pagam o IPTU e demais impostos, merecendo investimentos urgentes por parte do Poder Público.

POSTO DE SAÚDE NO BAIRRO VENDAVAL

Na última segunda-feira (24/06), o colunista esteve pessoalmente no Posto de Saúde do bairro Vendaval, no município de Biguaçu, no sentido de fazer a sua Carteira Nacional do SUS, condição para que pudesse tomar as vacinas recomentadas pelo Ministério da Saúde.

Ocorre que na semana anterior, tendo comparecido pessoalmente ao local, por volta das 17:00hs, o colunista se deparou com o posto de saúde com a porta já fechada, o que chamou muito a atenção. Posteriormente, recebeu a informação de que o horário de atendimento encerra as 16:30hs. No horário do almoço (12:00hs – 13:30hs), quando a população tem normalmente uma pequena folga no trabalho, o que permitiria ir ao posto de saúde, o local igualmente permanece fechado, o que dificulta o agendamento de consultas, retirada de remédios, etc.

Outro fato importante que merece atenção dos gestores públicos municipais, diz respeito ao fato de que na recepção do posto de saúde, no período vespertino (no período matutino, a informação é de que existe uma estagiária que ajuda no atendimento), apenas um funcionário fica responsável pela recepção, se dividindo em várias funções, entre elas a de atendimento ao público, bem como responsável por atender o telefone (48-3039-8450).

Fato concreto é que o funcionário não conseguiria atender a população com a atenção devida, caso tivesse que atender o telefone ao mesmo tempo. Diante de tal fato, a situação causa sérios problemas, pois os pacientes ao tentarem, insistentemente, ligar para o telefone do posto de saúde, para obterem informações que evitem se deslocar ao local, se deparam com o fato de que no período vespertino, frequentemente ninguém atende a ligação, o que foi relatado pelos pacientes que estavam no local, com indignação.

Vale aqui destacar, que o funcionário do posto de saúde, quando procedeu o atendimento no dia 24/06, foi muito atencioso e prestativo, não sendo alvo das sugestões de melhoramento do serviço.

(*) Fernando Henrique da Silveira é Funcionário Público Estadual, Membro da Academia de Letras de Biguaçu e Doutor em Ciências Jurídicas e Sociais.

fernandohsilveira@hotmail.com

Contato: 48 – 984578842 (WhatsApp).

https://chat.whatsapp.com/KqM4tyur0hILhDrHAnFFBB

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio carlos, Governador Celso Ramos e região.

Publicidade