Publicidade

A gestão do ex-presidente da Câmara de Governador Celso Ramos, Josué Ocker, NÃO faz parte da investigação da DEIC. Os problemas ocorridos com diárias pagas pela câmara municipal foram detectadas, segundo a polícia, no período entre 2007 a 2014 e não entre 2015 a 2019, salientou Josué.

De acordo com Josué, em sua gestão como presidente da Casa, não houve problemas com diárias. Sobre outras gestões, os presidentes correspondentes estão defendendo-se junto ao DEIC e Justiça.

Josué, que não atuava como vereador no período entre 2007 a 2014, pede para que a população não faça julgamento precipitado e aguardue o pronunciamento do DEIC para informar onde foram detectados problemas efetivamente.

“Na minha gestão, não houve tais problemas”, observa.

https://chat.whatsapp.com/KqM4tyur0hILhDrHAnFFBB

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio carlos, Governador Celso Ramos e região.

Publicidade