Durante seis anos, um padrasto abusou sexualmente de suas três enteadas menores de idade. No julgamento desta semana no fórum de Palhoça, essa monstro foi sentenciado a 80 anos de prisão.

E esta não foi a única sentença por crime parecido nesta semana em Palhoça. Outro homem também foi condenado pelo mesmo crime a 22 anos de cadeia. Ele era o namorado da irmã mais velha das menores abusadas sexualmente. Detalhe: essa irmã engravidou aos 13 anos de idade.

Pela legislação, é proibido manter sexuais com menores de 14 anos de idade, mesmo que tal menor consinta a relação. Não pode ter sexo em hipótese alguma nessa faixa etária. O adulto envolvido pode ser enquadrado como “estuprador”.

Os nomes não foram divulgados, mas o primeiro condenado, o que abusava das crianças (não confundir com o segundo que engravidou a mais velha de apenas 13 anos de idade, irmã das abusadas) começou seus atos criminosos quando as meninas tinham por volta de 6 anos de idade e seguiram-se até quando elas tinham 12 anos de idade.

Os abusos aconteciam quando a mãe das meninas saía para trabalhar. Para que as crianças não disseram para a mãe o que estava acontecendo, o abusado ameaçava que iria matar a todas, inclusive a genitora. Por isso, as crianças nada contavam a respeito.

Os abusos aconteceram entre 2007 a 2013.

 

O SEGUNDO CONDENADO

O segundo homem dessa história, conforme dito antes, “namorava” a irmã mais velha, a de 13 anos.

O seu caldo engrossou porque o cidadão aproveitou o fato de frequentar a casa da família para manter relações sexuais com a irmã do meio, uma menina de tenra idade.

 

https://chat.whatsapp.com/DzUCpmYip17KFtkEeyNpaD

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio carlos, Governador Celso Ramos e região.