A QUANTIDADE DE LIXO NA AVENIDA HERCÍLIO LUZ, REPRESENTA A FALTA DE EDUCAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO DAS PESSOAS, POIS A DESTINAÇÃO ADEQUADA DO LIXO É RESPONSABILIDADE DE TODOS

 

Avenida Hercílio Luz (Foto Divulgação)

 

Falta de educação e conscientização (Foto Divulgação)

 

Lixo – Responsbilidade de todos (Foto Divulgação)

 

Caros (as) leitores (as), as fotos que ora estão sendo publicadas, foram registradas na manhã do último sábado (03/08), na Avenida Hercílio Luz, centro de Florianópolis.

O lixo jogado pela Avenida Hercílio Luz é o resultado da falta de educação e conscientização da própria população e de alguns estabelecimentos comerciais.

Os estabelecimentos que disponibilizam mesas ao longo da Avenida Hercílio Luz, possibilitam uma nova opção para a população, que pode ao ar livre, conversar, discontrair com os amigos e familiares, ocorre que existem consequências negativas que precisam ser resolvidas. Uma das consequências, diz respeito ao lixo espalhado ao longo da Avenida, no final da madrugada.

Todos os sábados de manhã e de alguns dias da semana, a realidade é a que se apresenta nas fotos, sendo logo resolvida com o trabalho dos valorosos funcionários da COMCAP.

A possibilidade de usar o espaço público para colocação de meses e assim melhor atender os clientes dos estabelecimentos privados, tem se demonstrado uma grande opção para que a população ocupe os espaços públicos, bem como possibilita que os estabelecimentos possam ter um incremento no seu movimento e consequentemente na sua receita, o que favorece a economia local, ocorre que a Prefeitura, COMCAP, proprietários dos estabelecimentos e demais entidades, precisam se reunir e achar uma solução para a sujeira nas manhãs da Hercílio Luz, pois ao que parece, não cabe apenas a COMCAP, a responsabilidade pelo trabalho, até porque o lixo poderia estar acondicionado adequadamente para o devido recolhimento, até porque em uma verificação rápida, os lixos produzidos são na sua maioria recicláveis.

A Avenida Hercílio Luz, demonstrada na presente matéria, serve apenas de exemplo, pois em diversas outras áreas da Grande Florianópolis, a situação é recorrente, merecendo uma análise e solução.

 

DIA DOS PAIS – DIA DE CELEBRAR UMA BENÇÃO DIVINA

 

Vitória Oliveira da Silveira, aproveitando o carnaval no baile infantil no Lagoa Iate Clube – LIC (Foto Divulgação)
Dia mais importante na minha vida – Nascimento da Vitória – 25-05-2006 (Foto Divulgação)
Ano passado – Dia da Primeira Comunhão (Foto Divulgação)

 

No próximo domingo (10/08), estaremos celebrando uma data muito importante, o “Dia dos Pais”.

Aquele velho ditado de que só sabemos o que é ser pai, passando a valorizar ainda mais o nosso, quando também passamos a ser pai, se demonstra uma grande verdade.

Quando nos tornamos pai, temos a possibilidade de ver os sacrifícios que nossos pais fizeram por nós, bem como todo o amor e carinho prestados ao longo dos anos de nossa formação e crescimento.

Algumas atitudes que nossos pais tiveram, que na época não entendíamos, hoje também  como pais, passamos a entender os motivos, alguns por questões de segurança, outros pela necessidade de boa formação, evitar envolvimento com drogas, gravidez prematura, dente tantos outros.

Como pai, passamos a entender porque nossos pais diziam às vezes a palavra “NÃO”, pois hoje percebemos que para a boa educação e desenvolvimento de uma criança, necessário dizer muitas vezes a palavra “NÃO”. O “NÃO”, evita que a criança pense que pode tudo, evita que pense que ela pode ter tudo, que ela pode fazer e dizer o que quiser para amigos, vizinhos e familiares.

Necessário que o pai possa dar muito amor, carinho, segurança, educação, dentre outros nobres sentimenos, sem esquecer que está criando o (a) filho (a) para o mundo. Na sociedade nossos filhos não estarão com os pais sempre por perto para defendê-los, precisarão tomar atitudes, ter reações, sendo que as suas ações irão trazer consequências para as suas vidas. Sabendo fazer e agir da melhor forma, serão pessoas melhor resolvidadas e felizes, vivendo na sociedade de forma harmônica e correta.

Assim, tento agir com a minha filha, mesmo que muitas vezes minhas posições dizendo o “NÃO’, hoje ela não entenda, inclusive causando questionamentos comuns aos pré adolecentes, assim como também fazia com meus pais, ocorre que estou certo de que um dia, já adulta e uma cidadã do bem, talvez já como mãe, possa também entender como minhas posições e decisões foram em seu benefício.

Como já foi dito: “O tempo é o senhor da razão”.

Feliz Dia dos Pais a todos (as) os (as) leitores.

 

Distribuição de Roupas. (Foto Divulgação)

 

(*) Fernando Henrique da Silveira é Funcionário Público Estadual, Membro da Academia de Letras de Biguaçu e Doutor em Ciências Jurídicas e Sociais.

fernandohsilveira@hotmail.com

Contato: 48 – 984578842 (WhatsApp).

 

JBFoco Online – Sexta-feira (09/08/2019)

 

https://chat.whatsapp.com/CwLeRbK861A1Ks6fButk29

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio carlos, Governador Celso Ramos e região.