Publicidade

Deputada Marlene Fengler em reunião na Escola do Legislativo. (Foto Divulgação)A presidente da Escola do Legislativo Deputado Mauro Lício da Silveira, deputada Marlene Fengler (PSD), coordenou na tarde de segunda-feira (12/08) a reunião de gestores da instituição com o objetivo de traçar estratégias para o segundo semestre. Os núcleos pedagógicos deverão mapear quais ações poderão ser também ofertadas na plataforma de Ensino a Distância. A parlamentar entende que a ampliação da oferta de cursos, seminários e outras atividades de capacitação pela internet beneficiará um maior número de pessoas, além de ampliar a capilaridade de atuação da Escola do Legislativo.

Atualmente, a escola disponibiliza um total de 22 cursos EaD em áreas como atendimento ao público, redação oficial, noções de direito administrativo, criatividade e inovação, gestão de pessoas e de projetos, por exemplo. Em menos de dois anos de implantação, quase 52 mil pessoas se inscreveram gratuitamente nos cursos, a maioria, quase 40 mil, de Santa Catarina. Os outros 12 mil inscritos informaram residir nos demais estados e no Distrito Federal. Do Ceará, por exemplo, participaram 350 pessoas, de Pernambuco, 745, e de Goiás, 667.

A intenção, segundo Marlene, é estabelecer parcerias com outras instituições, como a Câmara Federal, para ampliar a oferta de cursos a distância. Outra ideia é transformar os cursos que atualmente são presenciais, em online. Só neste ano, até a primeira semana deste mês, a Escola realizou cerca de 230 encontros presenciais gratuitos, entre cursos, seminários, audiências públicas, congressos e outras ações, em todas as regiões do estado, atendendo quase 15 mil pessoas. “Com a transformação de cursos presenciais em EaD, a Escola do Legislativo poderá atender um número muito maior de pessoas e atingir todos os municípios catarinenses, com menor custo”, defendeu a presidente.

Criada para qualificar os servidores do Legislativo Estadual, a instituição ampliou sua área de atuação e hoje contribui na qualificação de agentes públicos, políticos, estudantes e sociedade em geral. Alguns projetos, como vereador mirim e parlamento jovem, têm como públicos-alvos alunos da rede estadual dos ensinos fundamental e médio. Já a formação de servidores de câmaras municipais e de prefeituras, incluindo vereadores e prefeitos, busca a qualificação em áreas específicas com o objetivo de tornar a administração pública mais eficiente.

Ainda nessa diretriz, a Escola do Legislativo, em parceria com outras instituições, desenvolve o Programa Qualifica, Mandato de Excelência, que promove ações de qualificação dos agentes públicos eleitos com o intuito de prevenir irregularidades e desenvolver uma visão ampla e integrada da administração, favorecendo a reflexão e o debate sobre ética pública, transparência, eficiência e responsabilidade dos gestores e legisladores municipais. A deputada Marlene acredita que por meio da ampliação do EaD a escola ficará mais acessível e próxima do cidadão e “contribuirá ainda mais pelo fortalecimento da cidadania e da democracia, cumprindo seu papel de qualificar e transformar a sociedade para melhor”.  (Redação: Rossani Thomas, Comunicação Escola do Legislativo).

 

JBFoco Online – Quarta-feira (14/08/2019)

https://chat.whatsapp.com/CwLeRbK861A1Ks6fButk29

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio carlos, Governador Celso Ramos e região.

Publicidade