Publicidade

No vídeo em anexo, reportagem da TV em Foco, de Carlos Wanderley Gomes da Silva, há um vídeo que o prefeito Ramon Wollinger (PSD) gravou informando sobre o “Complexo do Sesc” em Biguaçu.

Nada contra. O que bom tem de ser informado, ainda mais uma obra que, quando estiver pronta (tomara que não vire outro “Elefante Branco”), vai beneficiar os estudantes biguaçuenses.

Mas espera aí. A obra em questão não é da prefeitura. É do SESC. Mas por que Ramon gravou o vídeo em questão?

A razão é muito simples. Como o cidadão não faz obras, não tem ideias nem capacidade de conseguir o dinheiro para viabilizá-la (seja por contatos políticos como também por capacidade de administração e economia de recursos próprios), precisa agarrar-se em obras alheias.

O episódio nos faz lembrar um antigo prefeito que, não tendo obras para mostrar, fez um impresso (na época não existia internet, whatsApp nem You Tube) mostrando-o fazendo “inspeção” na duplicação da BR-101. Detalhe: a obra era toda federal. A prefeitura não investiu um único centavo. Mas mesmo assim o prefeito tentou vender a ideia de que ele foi quem “fez” a obra de maneira persuasiva. Fez-se fotografar fazendo a dita “inspeção”, uma cena hilariante de se fazer de “Pai da Criança”, sendo que o filho é de outro e não próprio.

Ramon fez exatamente o mesmo. O Complexo do Sesc, como o próprio nome o indica, é uma obra do Sesc. Mas Ramon, ao aparecer num vídeo fazendo “inspeção” na dita obra, vendeu a ideia à população de que está viabilizando essa obra para Biguaçu.

Como ele não informou no dito vídeo que a prefeitura de Biguaçu fez algum investimento financeiro na dita obra, a suspeita é esta mesmo: ele foi “inspecionar” uma obra que não é sua, mas quer vender desesperadamente a imagem de que é um prefeito que faz obras, nem que seja no famosos “beijando com a boca dos outros”.

Ok! Tudo bem. Mas o vídeo em questão já está caindo no anedotário. A razão é simples: com o “filho” que não é seu, Ramon quer fazer onda. Já com o “filho seu”, o prefeito o abandonou completamente.

Estamos falando do ginásio de esportes do Deltaville. Essa obra iniciada pelo governo Ramon simplesmente está paralisada.

E o interessante é o seguinte. Ramon usa as redes sociais para divulgar-se “inspecionando” uma obra que não é sua, no caso, o já citado “Complexo do Sesc”.

No entanto, não responde à população a respeito da paralisação do ginásio do Deltaville. Por que as obras pararam? Quando é que serão retomadas? Quanto já foi investido nesse ginásio?

Desde que foi feito, esse ginásio foi motivo de polêmica. Em primeiro lugar, a sua localização. Fica a um ou dois quilômetros do Ginásio de Esportes Nagib Salum.

Biguaçu só tem um único ginásio de esportes público e o bairro mais populoso do município é o Bom Viver, situado no limite com São José.

Se tinha de construir um ginásio, este tinha de estar localizado no Bom Viver e a pouca distância do ginásio Nagib Salum.

Quer dizer, os moradores de Bom Viver tem de se deslocar mais de cinco quilômetros para usufruir de um ginásio que fica no perímetro urbano central da cidade, onde já tem outro ginásio. Maravilhoso! É rir para não chorar!

Bom! Deixa prá lá. Mas é problemático é deparar-se com mais outro “Elefante Branco” em Biguaçu dos dias de hoje. Já basta o prédio da Câmara, da rua São José, centro da cidade.

Prefeito Ramon. Ao invés de se fazer de “Sílvio Santos” inspecionando obras que não são suas, concentre-se em finalizar obras de sua gestão que estão aí. Termine de uma vez por todas o ginásio do Deltaville.

Ozias Alves Jr (Editor)

Vídeo gravado pelo prefeito Ramon e que está provocando os questionamentos a respeito do ginásio do Deltaville. (Foto Reprodução TV em Foco)

E-mail: reportagemjbfoco@gmail.com

 

 

Ginásio do Deltaville, obra paralisada sobre a qual a prefeitura de Biguaçu não informa quando será retomada. (Foto Arquivo JBFoco)

 

Segundo placa, o ginásio de esportes do Deltaville já deveria estar pronto em 2017. (Foto Arquivo JBFoco)

 

VÍDEOS

 

 

 

 

 

 

https://chat.whatsapp.com/FPjwOITgOdo9LQnZAJprNs

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.

Publicidade