Publicidade

Além do que se vê / Astrologia e Mapa Astral com Danielle Sibonis

 

Capricórnio: 22 de dezembro a 20 de janeiro de 2020

 

 

Sol em Capricórnio. (Foto Divulgação)

 

Na madrugada de domingo inicia o verão, no Hemisfério Sul, e também a passagem pelo décimo signo do zodíaco.

 

Palavra-chave: ambição

Frase: eu uso

Símbolo: chifres e cauda da cabra

Planeta regente: Saturno, Deus do Tempo

Anatomia: rege joelhos e ossos

 

Capricórnio é o último signo de terra do Zodíaco, representa o amadurecimento, a força da terra. A qualidade cardinal lhes impulsiona com iniciativa e desejo de conquista. Do mesmo modo que a cabra em sua escalada, os nativos deste signo enfrentam os obstáculos com grande resistência e seriedade sob a proteção de Saturno.

Saturno, o Deus do tempo e da agricultura, oportuniza grandes lições aos seus filhos. Ele ensina, sobretudo, sobre as limitações, a paciência e a responsabilidade.

É trabalhando que os capricornianos se sentem em casa. Além de trazer autoestima, o trabalho permite colocar à prova sua determinação, os nativos deste signo se empenham duramente em favor do que acreditam. A capacidade de raciocínio deste signo é fantástica, o que conduz ao sucesso se for aliada à autodisciplina. Por outro lado, sua observação apurada pode lhes tornar excessivamente críticos e, até mesmo, dominadores. Nestes momentos, a suavidade e a simpatia são lições fundamentais trazidas pelo seu signo complementar, Câncer.

De caráter racional e prático, os filhos de Saturno possuem uma natureza reservada e mais realista, em geral, apreciam a solidão. Nos relacionamentos íntimos, vencida a barreira da desconfiança, eles mostram como são cuidadosos e afetivos. Quem convive com alguém deste signo de terra aprende que excelência é a meta e a tenacidade, o caminho.

 

Agende sua consulta: (48) 99650-7277

PROMOÇÃO DE FINAL DE ANO: MAPA ASTRAL A PARTIR DE R$70

 

Danielle Sibonis. (Foto Divulgação)

 

Jornais em Foco – Sexta-feira (20/12/2019)

Publicidade