Publicidade

Paulo Gonçalves, mais conhecido como “DJ Paulinho”, cujo corpo foi encontrado no interior de Camboriú no último fim de semana, após dias desaparecido, foi morto por um menor de 16 anos com ajuda de um casal.

Este foi o teor da confissão do menor para a polícia. Agora é descobrir qual foi a participação do casal e por qual motivo.

O que intriga os policiais é que Paulinho, encontrado morto na estrada geral dos Macacos, zona rural de Camboriú, não tinha marcas nem de tiros nem de facadas. A polícia aguarda o laudo do IML para saber qual a causa mortis.

Os investigadores acreditam que o DJ foi vítima de um latrocínio, isto é, um roubo seguido de morte. Por que dessa hipótese? É que segundo um depoimento, um casal tinha sido visto abandonado o carro da vítima numa rua central de Balneário Camboriú.

Por isso, a polícia está requisitando imagens de várias câmeras de monitoramento da cidade com a esperança de identificar o tal “casal”.

O menor é peça chave para tentar desvendar o caso. Os policiais acreditam que o menor possa estar mentindo para não culpar o casal.

 

DJ Paulinho. (Foto Redes Sociais)
Mensagem do seu desaparecimento. (Foto Divulgação)

 

Publicidade