O caso aconteceu no domingo da semana passada (19/01/2020). Uma moradora de Balneário Camboriú chamada Marcella Rebello Cozer passeava com seu cachorro Titu e um filhote dele quando, de repente, foram atacados por um grupo de capivaras.

Os bichos, que estavam nas margens do rio Marambaia, atacaram o cachorro Pitu. A dona tentou defendê-lo e acabou ferida.

O cachorro saiu gravemente ferido e não resistiu aos ferimentos. Acabou morrendo na terça (21/01/2020).

Marcella, que recebeu 20 pontos na perna, recebeu várias vacinas antirrábicas.

A prefeitura de Balneário Camboriú não sabe o que fazer: se irá mandar matar as capivaras, que podem estar contaminadas pela raiva, ou cruzará os braços no estilo “deixa como está para ver como é que fica”.

O fato é que é a primeira vez que se registra ataque de capivaras contra cachorros e humanos na região.