Publicidade

E não é “Fake News”. A rainha Elizabeth, da Inglaterra, tem facebook, instagram, twitter e outras redes sociais, mas ela, é claro, não “alimenta”. Quem faz isso é a sua assessoria.

No entanto, atualmente a rainha está procurando um funcionário para esse serviço e o salário é entre 45 a 50 mil libras, o que dá entre R$ 20 a R$ 22 mil por mês. Ao ano, esse profissional ganhará entre R$ 245 mil a R$ 272 mil (os valores variam por causa do câmbio).

Certamente a rainha Elizabeth é a mulher mais “DOCUMENTADA” do mundo. Além de ter sua árvore genealógica registrada quem sabe desde os tempos de Cristo, seu dia-a-dia está todo anotado.

Por exemplo, quais foram os alimentos servidos a ela no dia 14 de janeiro de 1983? Onde ela estava? Com quem almoçou? Quem fez a comida?

Certamente tais informações constam em algum registro.

E na era da internet, o costume de registrar as atividades do dia continua a pleno vapor.

 

Rainha Elizabeth, da Inglaterra. (Foto WikiImages por Pixabay)

 

Jornais em Foco – Terça-feira (14/01/2020)

Publicidade