No final da tarde desta terça (02/06/2020), no depoimento que deu à CPI dos Respiradores, a ex-funcionária da secretaria de Estado da Saúde, Márcia Geremias Pauli, 49, disse não saber “quem apertou o botão do computador” que transferiu R$ 33 milhões para a empresa Veigamed, a pivô do escândalo que derrubou o ex-secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba.

Eis que surgiu o mistério: quem fez a transferência bancária?

O pivô do escândalo foi pagar ADIANTADO para uma empresa que deveria entregar 200 respiradores, mas até agora não entregues.

Em seu depoimento, Márcia disse ao deputado Ivan Naatz que o ex-secretário Douglas teria interferido nas compras do setor da saúde apresentando empresas.

Segundo ela, Douglas sempre dizia que estava em “nome do governador” e pedia “urgência” na compra. Márcia falou também Douglas teria apresentado a empresa Veigamed.

Confira o depoimento ao vivo neste link:

 

http://agenciaal.alesc.sc.gov.br/index.php/tval/assista_tval

 

Deputado Ivan Naatz interrogou Márcia Pauli. (Foto Reprodução Vídeo Alesc)

Márcia Geremias Pauli. (Foto Reprodução Vídeo Alesc)

Márcia Geremias Pauli. (Foto Reprodução Vídeo ALESC)

 

https://chat.whatsapp.com/KqM4tyur0hILhDrHAnFFBB

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.