Se Carlos Moisés da Silva realmente sofrer o impeachment, quem irá assumir INTERINAMENTE o cargo de governador do Estado de Santa Catarina até que os deputados votem no substituto será Júlio Garcia, atual presidente da Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina).

Aqui os esclarecimentos da sra. Patrícia, da assessoria de imprensa da Alesc:

Aqui os esclarecimentos da sra. Patrícia, da assessoria de imprensa da Alesc: “Sobre a matéria que coloca o desembargador Blasi como possível novo governador do Estado, gostaríamos de ponderar os seguintes aspectos:

Quem assume o governo interinamente, caso afastamento do governador e da vice, é o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Julio Garcia, e não o presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, desembargador Ricardo  Roesler, como divulgado anteriormente.

 

Com o recebimento da representação, a Procuradoria Jurídica da Assembleia Legislativa iniciou nesta quinta-feira (23) a análise da legislação que trata do processo e do julgamento de governador e vice-governadora por crimes de responsabilidade. O objetivo também é estabelecer um cronograma para o trâmite da representação na Alesc.

 

Caso haja, de fato, o impedimento e ele aconteça ainda este ano, o presidente da Alesc, deputado Júlio Garcia, assume a função de governador e terá um prazo legal para convocar novas eleições.

Se houver impeachment e ele acontecer  em 2021, o novo governador será eleito indiretamente pelos 40 deputados estaduais.

 

 

Júlio Garcia, caso Carlos Moisés receber o impeachment, será o governador interino de Santa Catarina. (Foto Arquivo JBFoco)

 

https://chat.whatsapp.com/IG6sLw6aHO5CjRXeBtSCkM

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.