Publicidade

Em ORDEM ALFABÉTICA

 

André Clementino (PSL)

 

André Clementino. (Foto Divulgação)

 

A minha primeira ação será fechar a torneira da prefeitura. É preciso fazer mais, com menos. Otimizar os recursos para investir nas ações prioritárias que estão programadas no nosso Plano de Governo Participativo, que foi construído ouvindo as pessoas.

Vamos começar com gestão. É preciso enxugar a máquina. Nossa proposta prevê a extinção de metade das Secretarias Municipais. O atual modelo tem mais de 20 estruturas, que muitas vezes tem atuações sobrepostas umas às outras. É um modelo que foi utilizado para lotear a Prefeitura com cargos comissionados indicados por partidos políticos. Não podemos mais tolerar.

O caminho é otimizar os recursos melhor aproveitando servidores efetivos para funções de chefia. São técnicos, capacitados e preparados para servir as pessoas.

Ainda nessa tarefa de redução dos custos, vamos fazer uma revisão geral nos contratos da Prefeitura. Um exemplo, entre tantos que precisam ser revistos, são os imóveis alugados pela prefeitura. Temos um patrimônio público abandonado, onde se pretendia instalar a Câmara Municipal, na rua São José, no centro da cidade. Aquele prédio simboliza o descaso com o dinheiro público da atual gestão, que prefere gastar com aluguel do que terminar um prédio próprio que pode abrigar praticamente toda sua estrutura funcional.

O objetivo é construir uma gestão profissional, responsável, técnica e competente, com participação popular e tendo os resultados como meta.

 

Coronel Peres (PATRIOTA)

 

Coronel Peres. (Foto Arquivo JBFoco)

 

“Meu primeiro ato será Lançar o Projeto Escola Aberta para atividades nos finais de semana e, até mesmo, no período noturno.

 

João José dos Santos (PT)

 

João José dos Santos. (Foto Arquivo JBFoco)

 

Não recebemos resposta do candidato João José dos Santos. Estamos à disposição da coligação PT/PSOL para publicar seu material, porém solicitamos que enviem dentro dos prazos estabelecidos.

 

 

Marconi Kirch (DEM)

 

Marconi Kirch. (Foto Arquivo JBFoco)

 

Mais uma vez, minha saudação especial ao povo de Biguaçu e meus agradecimentos ao JBFoco pela oportunidade de abrir esse canal direto de contato com a nossa população. Isso é muito importante para nós, afinal, nós queremos ouvir e atender as pessoas. Essa é a nossa prioridade.

Peço licença, antes de responder objetivamente a pergunta, para falar um pouco sobre a nossa candidata a vice-prefeita. A assistente social Iracema é casada e tem uma filha. Por formação profissional e vocação pessoal, gosta de ouvir e atender as pessoas.

Atua como assistente social, participou do Conselho Municipal da Pessoa Idosa, realiza trabalhos voluntários e, é claro, divide o tempo com o desafio de ser mulher e mãe, além da participação social e política.

Hoje eu contei um pouco da história da Iracema para dizer que as nossas ações, quando tivermos “a caneta na mão”, serão tomadas em conjunto, lado a lado. Sou engenheiro por formação, Iracema é assistente social. Nós vamos unir as nossas competências, faremos um trabalho complementar.

Mas, respondendo objetivamente. Desde o início do nosso trabalho de preparação da candidatura, estamos fazendo uma série de estudos e levantamentos. Penso que a primeira ação seja aprofundarmos essa análise.

Por exemplo, nós sabemos que os números que avaliam a qualidade da educação estão em queda. Mas, algumas informações estão fechadas lá dentro da prefeitura. Falta transparência.

Precisamos analisar essas informações e finalizar o nosso plano estratégico de ações para os quatro anos de mandato.

Da mesma forma, nós vamos colocar em prática tudo aquilo que nós estamos apresentando como proposta nessa campanha. Em primeiro lugar, ações que diminuam a burocracia e que gerem incentivo para a vinda de empresas. Nós queremos mais empregos em Biguaçu.

Entendemos que o emprego faz a roda da economia girar, traz renda, desenvolvimento social, qualidade de vida, diminui até a violência.

Esses são nossos primeiros passos, nossos primeiros desafios frente a esse estado de inércia que a nossa cidade vive. Queremos deixar de ser uma cidade dormitório que está adormecida. Está na hora de Biguaçu acordar, e nós vamos ser os grandes entusiastas deste processo.

 

….

 

Salmir Silva (MDB)

 

Salmir Silva. (Foto Arquivo JBFoco)

Resposta do candidato a prefeito de Biguaçu pela coligação MDB/PODEMOS, Salmir Silva, respondeu esta pergunta através do seguinte vídeo:

 

LINK

 

 

Vilson Alves (PP)

 

Vilson Alves. (Foto Arquivo JBFoco)

Qual sua primeira ação com a caneta na mão?

Quero continuar com as portas do gabinete abertas, para continuar a ouvir as pessoas. Aprendemos muito ouvindo os mais velhos, os mais experientes, os líderes comunitários, os agentes de saúde, profissionais que estão na ponta, tendo contato direto com os cidadãos. Assim, junto às pessoas, com transparência e eficiência, nortearemos as ações essenciais para nossa Biguaçu. Vamos fazer o nosso governo de forma transparente e eficiente, princípios básicos da administração pública, com a aplicação de recursos de forma responsável. Além disso, quero reestruturar as Secretarias Municipais, colocando pessoas experientes à frente das pastas, pois entendo que experiência traz confiança e segurança.

PRÓXIMO TEMA

O terceiro tema, cuja resposta tem que ser enviada até as 21h de sexta-feira (09/10/2020) é: “O que fará para atrair empregos para a cidade?

 

CONTATOS: 

Com o editor do JBFoco, Ozias Alves Jr

E-mail: reportagemjbfoco@gmail.com

Whatsapp: (48) 9-9616-7773.

 

JBFoco oferecerá gratuitamente seu espaço para a divulgação das propostas dos prefeituráveis de Biguaçu

 

 

https://chat.whatsapp.com/D7vhA0aRnv1AwiF51xznxl

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.

 

 

Publicidade