Câmara Regional da Grande Florianópolis se reúne nesta quarta (18/11/2020)

O Movimento Santa Catarina pela Educação inicia um novo ciclo. Para o biênio 2020 – 2021 há uma mudança no foco de atuação: os esforços devem se concentrar na capacitação de trabalhadores que foram dispensados de seus empregos em função da pandemia ou que pretendem melhorar a sua qualificação. Além disso, uma plataforma terá um espaço para as empresas disponibilizarem as suas oportunidades de trabalho e para o trabalhador cadastrar o seu currículo.

As novas estratégias de ação serão discutidas em reuniões nas 16 Câmaras Regionais do Movimento, que contam com representantes dos setores público e privado e buscam aproximar o trabalho da realidade local das diferentes regiões do estado. Na quarta, 18 de novembro, será apresentado o novo ciclo do Movimento Santa Catarina pela Educação na Câmara da região Sudeste.

Assessor de Responsabilidade Social da FIESC, Sandro Volpato Faria, diz que a mudança no enfoque das ações é necessário. “Antes o Movimento estava focado na escolaridade e na qualificação profissional do trabalhador. Agora, diante do cenário causado pela pandemia, foi necessário readaptar a temática de forma a adequar-se à nova realidade econômica apresentada pelo Covid-19. Iremos trabalhar durante esse é o próximo ano com foco no futuro do trabalhador. O objetivo é contribuir para uma resposta aos profissionais e empresas afetados pela pandemia”, explica.

Liderado pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina – FIESC, o Movimento SC pela Educação reúne representantes dos setores econômicos, dos sindicatos patronais e laborais, dos setores educacionais, da sociedade civil e do poder público e busca melhorar a escolaridade,a qualificação profissional e a qualidade do ensino no Estado.

Redação: Márcia Oliveira

Movimento Santa Catarina pela educação. (Foto Divulgação)

https://chat.whatsapp.com/D7vhA0aRnv1AwiF51xznxl

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.