Certamente há vereadores que não estão sabendo do que está ocorrendo dentro da Câmara Municipal de Palhoça. O caso é o seguinte.

A Câmara de Palhoça possui um telefone de atendimento ao público, cujo número é (48) 3242-1501.

Um microempresário telefonou para esse número em busca de algumas informações e, para sua surpresa, simplesmente ninguém atendeu. Isso aconteceu nas últimas duas semanas.

Nesta semana, o cidadão foi pessoalmente à sede da Câmara de Palhoça e, a uma funcionária da recepção, perguntou: “está havendo expediente normal aqui na câmara?”

Ela disse que sim.

“Mas por que ninguém atende o telefone?”, perguntou o cidadão.

“O telefone está com problema, mas tem este outro”, disse a funcionária.

O segundo telefone que ela repassou foi (48) 3288-2500.

Pois bem! O microempresário ligou para esse segundo número e qual sua surpresa? Ninguém atendeu. Foram várias ligações, mas nada. Ligou para o primeiro número. Igual resultado.

Detalhe: há três funcionários batendo expediente na câmara neste mês de janeiro de 2021.

Ninguém aqui está criticando quem quer que seja, nem os funcionários mencionados, mas existe um fato: a Câmara de Palhoça está INCOMUNICÁVEL e isso não pode continuar assim. Se um cidadão precisa falar com algum vereador ou até mesmo com os funcionários, simplesmente não consegue falar com viv´alma, a não ser se possui o número particular de celular.

Certamente os vereadores de Palhoça, ao serem informados a respeito, vão solicitar que o problema seja resolvido o mais rápido possível.

Um problema tão simples como telefone não pode virar um celeuma, um “Deixa como está para ver como é que fica” etc e tal.

https://chat.whatsapp.com/FPjwOITgOdo9LQnZAJprNs

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.