Publicidade

O leitor lembra do caso do operário Paulo Benaia da Silva, que sofreu acidente por eletrocutamento em  17 de agosto último quando trabalhava numa obra dentro do CTG Sela de Prata, bairro Fundos, em Biguaçu?

Pois bem! A Celesc enviou ao JBFoco seu esclarecimento. Aqui transcrevemos o e-mail enviado pela assessoria de imprensa da Celesc: “Sobre o caso citado na matéria (sobre o acidente do operário), a Celesc informa que a edificação em que ocorreu a obra fica dentro das dependências do CTG Sela de Prata, portanto obra particular, de responsabilidade do proprietário.

A Empresa informa que, para esses casos, deve ser sempre procurada pelo responsável técnico da obra, para que seja realizado o desligamento temporário da rede ou as adequações necessárias para preservar a segurança dos envolvidos e da população em geral.

Nesses casos, o interessado deverá contactar a Celesc via 0800 48 0196 para protocolar a solicitação do serviço.

Na sequência, será procurado por representante da Empresa para agendar inspeção no local da obra e verificar as providências necessárias.

Qualquer dúvida, estamos à disposição. Leticia Bombo (48)9 8484 7332/ (48) 3231.5140 – assessoria de imprensa e (48) 99901.7767 – plantão WhatsApp.”

Publicidade