Publicidade

Amanda Arruda, 16 anos, filha de Adilson Arruda Coelho e Ana Paula Avansini, fará dentro da programação da Semana Cultural (21 a 24/09) o lançamento do seu primeiro livro – “A Heroína que Virou Lenda” – publicado pelo Programa Cem Cópias Sem Custo do Governo do Estado de Santa Catarina.

Residente no loteamento Santa Catarina, em Alto Biguaçu, a escritora, filha do professor de educação física conhecido popularmente por “Arruda”, faz atualmente o terceiro ano do 2º grau no Colégio Altamiro Guimarães, de Antônio Carlos. No final do ano, ela pretende prestar o vestibular para o curso de direito.

Fascinada pelo mundo da leitura e incentivada desde muito cedo pelo caminho das letras, Amanda escreveu a obra supracitada aos treze anos de idade, livro este que faz parte de uma trilogia que está por ser finalizada e encaminhada também para publicação.

 

OBRAS

A jovem escritora escreve ainda crônicas, contos e poesias, já colecionando dois prêmios com o poema “Metapoesia”: I Prêmio IFSC de Literatura e “Semeando Versos”, da Academia Nacional de Poesia.

Ainda é autora da coluna “Dois Dedos de Prosa” do Jornal Notícias de Biguaçu, na qual semanalmente apresenta contos e crônicas para o deleite de seus leitores.

Amanda, condecorada Mérito Acadêmico em sua formatura de 9º ano pelo Colégio Super Incentivo, foi também vereadora-mirim na gestão 2013/2014, sob a direção da professora Márcia Azevedo.

Assídua leitora dos mais diversos gêneros, a jovem tem predileção por alguns renomados da arte de escrever: Clarice Lispector, Fiódor Dostoiévski, Oscar Wilde e Johann Wolfgang von Goethe.

Parafraseando Monteiro Lobato: quem não lê, mal fala, mal ouve e mal vê. Amanda Arruda define o que escreve como exercício da cidadania.

Prestigie: evento de lançamento “A Heroína que Virou Lenda”, de Amanda Arruda, na Semana Cultural de Biguaçu.

 

CONTATOS

Quem quiser contatar a jovem escritora ou, quem sabe, convidá-la para palestras sobre literatura, o fone dela é (48) 9-9645-7045.

 

Tarde de autógrafos ocorrerá na quinta e sexta desta semana (21 e 22 de setembro). (Foto Divulgação)

 

A Heroína que virou lenda, romance de estreia da escritora. (Foto Divulgação)

 

Obra de escritora jovem foi viabilizada pelo projeto Cem Cópias, sem custo, do governo do Estado. (Foto Divulgação)
Publicidade