Publicidade

Pela primeira vez na história da educação de Biguaçu, estudantes conquistaram um prêmio nacional de alta performance em matemática. Os estudantes em questão são Rodrigo Damasceno Finco Júnior, de 12 anos, e Ana Paula Martins de Paula, 13, da Escola Estadual José Brasilício de Souza, a instituição de ensino mais antiga da história do município de Biguaçu, com 93 anos de funcionamento.

Rodrigo ganhou a medalha de prata da Olimpíada Brasileira de Matemática  na categoria nível 01 (para alunos de 6ª e 7ª série). Já Ana Paula recebeu a medalha de bronze.

“Ano passado fomos medalhistas de prata na Olimpíada de Língua Portuguesa, feito raro em nosso estado, e este ano receberemos medalhas de prata e de bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática. Isto nos enche de orgulho, pois sabemos que é fruto de um trabalho conjunto e, também, da gestão democrática que temos. Os alunos campeões são nossos alunos desde o primeiro ano do ensino fundamental e isto nos enche de orgulho”, disse a diretora Grasiela Monteiro Epping.

“Essa é realmente uma conquista importante dentro de uma competição nacional que contou, na sua primeira fase, com aproximadamente 18 milhões de candidatos”, observou a diretora.

 

PRÊMIO

Segundo a diretora Grasiela, a OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática) enviará aos alunos carta-convite para participar do Programa de Iniciação Científica (PIC). O PIC é um programa que coloca os alunos em contato com os aspectos da Matemática que não são vistos em sala de aula, ampliando o conhecimento científico e preparando para um futuro desempenho profissional e acadêmico. No programa haverá encontros presenciais e estudos online. Para participar do PIC os alunos receberão auxílio material didático.

“A partir do PIC muitos alunos mudam suas perspectivas de futuro: no contato com professores orientadores e Universidades aprendem mais Matemática, percebem que podem seguir carreiras científicas ou tecnológicas e descobrem os caminhos que levam a essas fascinantes carreiras, tão importantes para eles e para o desenvolvimento do nosso país. Para muitos(as) alunos(as), o PIC é a oportunidade certa dada na hora certa”, informa a diretora.

“Parabenizamos a toda equipe, em especial, às professoras de Matemática Jandira, Marize e Edilaine. Estamos muito orgulhosos e felizes por nossa escola, pois os resultados, nunca antes obtidos, provam que estamos no caminho certo!”, salienta.

CONTATOS

Contatos com a diretora Grasiela Monteiro Epping pelo fone da escola, (48) 3665 4416 ou pelo e-mail brasilicio@sed.sc.gov.br.

 

Ana Paula Martins de Paula, 13, foi a medalha de bronze na Olimpíada de Matemática. (Foto JBFoco)
Publicidade