No início da tarde de hoje (domingo, 19/11) postamos a reportagem intitulada “Perguntar não ofende: o Hospital Regional de Biguaçu continua ainda com 65 leitos desativados?”

No nosso whattsapp, recebemos algumas perguntas de leitores que leram a reportagem em questão e aproveitaram a ocasião para dirigir algumas perguntas ao prefeito Ramon Wollinger (PSD).

Solicitamos ao prefeito que este acione sua assessoria de imprensa para responder todas as perguntas pertinentes ao Hospital Regional de Biguaçu “Helmuth Nass”.

Enviando as repostas, daremos o maior destaque tanto na versão impressa do JBFoco como também na virtual, aqui no site www.jbfoco.com.br.

Vamos às perguntas:

  • O hospital foi dimensionado no tamanho certo?
  • O Estado tem recursos? Já enviou? Qual a garantia de que não deixará tantos meses a fio sem enviar recursos?
  • Num dia desses deu um acidente na BR 101. O paciente foi levado para o Regional de São José. Tem cabimento? Não deveria haver uma estratégia de atendimento emergencial para acidentados do eixo São José até Tijucas? E o Regional ficar com o eixo Sul?

 

MATÉRIA

Perguntar não ofende: o Hospital Regional de Biguaçu continua ainda com 65 leitos desativados?