Publicidade

Em plena luz da tarde de ontem (quarta, 27/12) um cidadão resolveu vender crack tal como se fosse banana e tomate de feira de rua no Saveiro, bairro Praia João Rosa, Biguaçu. Mas deu-se mal, pois a Polícia Militar soube do negócio e passou a rede no dito cujo ousado.

Resultado: junto com ele, quase 100 “pedras” de crack e dinheio miúdo. É que o crack, por ser droga “pé de chinelo”, custa barato e o dinheiro da venda é geralmente “miúdo”.

O vendedor de crack foi levado para a Central de Polícia de São José, que centralizou os registros de ocorrências de tráfico em Biguaçu.

Publicidade