Publicidade

É toda vida assim. Os motoristas que querem ir do centro de Biguaçu aos bairro Prado de Baixo e Prado são obrigados a pegar a BR-101 porque a antiga ponte sobre o rio Biguaçu foi demolida no final dos anos 1970 e a prefeitura não reconstruiu.

Essa ponte serviria de via de comunicação entre o Prado e o centro de Biguaçu sem precisar pegar a “maldita” BR-101.

Pois bem! Neste momento, final da manhã de sábado (06/01), a BR-101 está engarrafada. Motivo: um caminhão quebrou na BR-101 próximo à ponte sobre o rio Biguaçu. Acabou transtornando todo os trânsito de Biguaçu.

Poucos dias atrás, não houve acidente, mas o trânsito também ficou paralisado. Motivo: o grande fluxo de veículos, esmagadora maioria de turistas, que estão voltando para seus estados de origem. Em Porto Belo, situado a 45 quilômetros ao norte de Biguaçu, tem um pedágio. Como a estrada está absurdamente abarrotada de veículos, basta veículos terem de parar em Porto Belo para pagar o pedágio para que, quilômetros adiante, já começa a ter engarrafamento e este estende-se ao longo do estado e já está em Biguaçu.

E o incrível que pareça é que, se tiver engarrafamento na BR, motivado por acidente ou por excesso de tráfico, o trânsito do centro de Biguaçu vira o caos.

É verdade que hoje é sábado e o movimento de carros diminui. No entanto, Biguaçu está sofrendo com os transtornos provocados pela BR-101.

Perguntar não ofende: quando é que Biguaçu vai ganhar novas pontes sobre o rio, pontes estas que ajudariam a dar alternativas para os motoristas da cidade quando a BR-101 estiver engarrafada?

Publicidade