Publicidade

Na última quinta-feira (22/02), policiais militares do 24º batalhão foram atender a uma ocorrência na região de Jardim Carolina, divisa entre Biguaçu e Governador Celso Ramos, quando perceberam a manobra de um cidadão num mercado.

Alerta com a presença de policiais, o homem jogou alguma coisa atrás do balcão com o objetivo de se livrar o objeto “incômodo”. Quando os policiais foram checar, eis a constatação: tratava-se de uma arma de fogo.

Ter uma arma de fogo não é crime. Crime é a pessoa não ter porte de arma, isto é, um documento oficial autorizando-o a portá-la. Vale lembrar que no Brasil, ter um porte de arma é difícil, pois a pessoa tem de passar por um longo processo e provar que tem condições psicológicas de usar armas.

Como o cidadão não tinha porte, portanto, com posse de arma clandestina, ele foi levado para a Central Regional de Plantão Policial de São José (CRPP).

 

Publicidade