Publicidade

O que comentar sobre os protestos de ontem (segunda, 19/02) contra a Reforma da Previdência?

Não sou nem a favor nem contra. Minha posição é a seguinte: os argumentos do governo Michel Temer (PMDB) podem ser completamente mentirosos. Não há déficit algum na Previdência. É tudo mentira. A Previdência dá inclusive até lucro. Na realidade, é uma tapeação para enganar a opinião pública.

Ok! Tudo bem, ainda mais que há muita enganação na grande mídia, que só publicam notícias escolhidas a dedo de acordo com certos interesses.

Mas se for o contrário? Se a Previdência realmente encontra-se com um déficit abissal e que as aposentadorias das gerações futuras estão comprometidas?

E aí? Não seria uma grande irresponsabilidade de não promover a reforma da Previdência antes que seja tarde demais e o remédio ficar pior do que hoje?

 

A QUESTÃO

Temer não tem nada a perder. Não será candidato e, se for, não conta com bons índices de aprovação. Portanto, seria um suicídio eleitoral.

O atual presidente está colocando o dedo na ferida que nenhum outro presidente teve a coragem de colocar porque é uma medida muito impopular.

Para não enterrar reeleição e a continuidade de seu grupo político no poder, presidentes anteriores simplesmente mantiveram a famosa política do “empurrar com a barriga” ou “deixa como está para ver como é que fica” e, se um dia estourar, a bomba vai explodir na mão de algum futuro presidente.

Dentro desse quadro, se verdadeiro (se as informações sobre o déficit forem corretíssimas), é uma irresponsabilidade não se aprovar de vez essa reforma.

Tomara que o bom senso haja nessas horas.

Publicidade