Publicidade

Yéo N´Gana, 29, jovem que atualmente fazendo o doutorado em tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis, acaba de lançar um livro de poesias intitulado “No Trânsito da Vida”.

Formado em 2010 em letras português pela universidade Félix Houphouët-Boigny, com sede em Abidjã, capital da Costa do Marfim, Yéo veio ao Brasil com o objetivo de aperfeiçoar-se no idioma português tal como é falado aqui. Atualmente vem traduzindo literatura francesa de seu país para o português.

Yéo reúne em seu livro poemas escritos em português, idioma do qual apaixonou-se. Além de poeta, tradutor e intérprete de conferências, é também coeditor da Acácia, revista de tradução.

Confira alguns de seus poemas.

Link para adquirir a obra:

https://www.amazon.com.br/dp/B079WFQFK4

***

O Poeta entre o Medo e a Coragem

comum, quase obrigação daquele que não usa a sensibilidade para “ouvir” as trovoadas da emoção, perguntar para que serve a literatura, qual a função da poesia. Ouso responder que é justamente a imprevisibilidade. Literatura é reflexo, centelha do espanto que a dureza do existir incita o autor. Cabe ao poeta libertar, disseminar a complexidade desse silencioso aspecto artístico. O poeta navega à imprevisibilidade.
Costumo me perguntar, o que me fascina neste ou naquele poeta? E me respondo: não pertencer a grupos, ter uma obra carregada de tensão, não permitir que o prendam nesta ou naquela geografia poética, que não gaste seu tempo contemplando paisagens ideológicas. Yéo N’gana é poeta do espanto, do bilateralismo, passado e futuro permeiam sua poesia, mas não se trata de um profeta do acontecido tampouco de um otimista alienado, o poeta, assim como você prezadíssimo leitor, transita entre o medo e a coragem, justiça e injustiça, o amor e sua ausência, e…cria, admite e divide comigo, com você, esse espanto, o reflexo da sua inquietação. Conforme um provérbio de sua terra natal Qui n’a pas peur ne peut être courageux.

Luíz Horácio, Escritor, tradutor e poeta.

***

Yeo N´Gana: estudante africano que vem traduzindo obra inédita em português. (Foto Divulgação)

BIOGRAFIA DO AUTOR

Jovem da Costa do Marfim traduz autor inédito para o português do Brasil

POEMAS

 

01

A vida brinca conosco,

Joga.

Por vezes nos tortura,

Sádica.

Haja o que houver,

Mantém a postura.

Cruel Praticante de ioga.

02

A vida do pobre

É uma cebola

Com que você se emociona

Quando o encontra.

Na existência do nobre

O que importa, é a pérola.

Por isso, nunca se relaciona

E vai embora.

 

Publicidade