Publicidade

PULGA ATRÁS DA ORELHA

Essa condenação em segunda instância da justiça catarinense do ex-vereador Lédio Gerhardt (PP) em cobrar parte do salário de um funcionário dele na época em que exercia o cargo parlamentar deixou um bocado de gente com a pulga atrás da orelha. Se o pessoal começar a abrir a boca? Uma dita cuja por exemplo, que adora dar discursos moralistas, fazia o mesmo. Inclusive a vítima parou de dar-lhe apoio por causa disso. Quem é? Em qual cidade isso acontecia? Um pirulito para quem me dizer quem é.

INTERNET PARA TODOS

Li no site da Prefeitura de Biguaçu uma reportagem sobre internet para todos. O prefeito Ramon está comemorando que futuramente Biguaçu terá internet gratuita, principalmente por causa de um programa do governo federal.

O que chama a atenção é o sorrizinho do homem, como se fosse ele o grande lutador para trazer internet gratuita para Biguaçu. A matéria esquece, não sei se propositadamente, que a lei que cria a internet gratuita para a cidade, sem ela o município não pode participar de um tipo de convênio desses, foi idealizada pelo então vereador Décio Baixo Alves.

Isso mesmo: esse colunista aqui, quando assumiu a câmara de vereadores fez a lei de internet gratuita para todos. Lutou para implementar na cidade o acesso da rede mas infelizmente não teve apoio. O governo só ficou na retórica e o projeto do Décio ficou parado. Agora, com esse convênio federal o projeto pode vir a ser executado. Parabéns a todos os envolvidos nesse trabalho. Pois internet gratuita, principalmente aos mais pobres, deveria ser um direito concreto. Até que enfim.

ENRIQUECIMENTO

Esse pessoal que dá o nome para comprar bens pro os outros vão ser enquadrados como criminosos também. Esses laranjas vão aos poucos sendo desmascarados. O que tem de gente pública enriquecendo não está no gibi. É apartamento aqui, prédio ali e por aí vai. Os salários que ganham não condiz com os bens que eles somam. Por causa disso usam laranjas para lavar a grana que vêm das propinas e negociatas com empresas fornecedoras. É impressionante a roubalheira e ainda posam de bons moços. Eu pergunto: como é que fica o sono de quem lhes criou? Tudo na hora certa!

AGUARDANDO

Continua a espera da comunidade de Biguaçu ao cumprimento das promessas de campanha de Ramon. O homem foi eleito dizendo um bocado de coisa e quase 99% delas não fez. Será que ele esqueceu? E a lei do vereador Douglas Borba (PP), que puni candidato Pinóquio? Estamos de olho.

REFORMA ADMINISTRATIVA

Leitor! Você lembra quando a gestão Ramon e Vilson, em 2017, propagou a tão sonhada reforma administrativa? Cadê? Alguém achou essa reforma? Será que confundiram reforma administrativa com alguma reforma de banheiro feita pelo governo? Será que é reforma foi para gastar mais de meio milhão em publicidade?

CRECHE

Cadê as vagas de creche par esse ano em Biguaçu? Ramon chega a gritar em seus vídeos dizendo que sempre lutará pela cidade, mas deixa as famílias sem creche? Não ampliará uma vaga esse ano? Que vergonha!

SEM RESPOSTAS

Já chegou em 60 dias a falta de transparÊncias da PMB. Simplesmente sentaram e não respondem questionamentos feitos para esclarecer pontos nebulosos da ISEV, Planejamento, Famabi, Saúde e Educação da gestão de Biguaçu. Vamos ver até onde vai! Estratégia equivocada de tentar vencer no cansaço.

QUESTIONAMENTO

Um internauta, ao ler a notícia a respeito do pajé Alcindo, questionou qual a razão do pajé Alcino ser homenageado?

Certamente para o leitor, o pajé não é “nada”, é apenas um “índio” etc e tal. Trata-se do preconceito misturado com a ignorância.

Na realidade, o pajé é uma “biblioteca” de saberes tradicionais de seu povo. Tem conhecimento profundo de ervas medicinais. Já ajudou muita gente tanto de seu povo como também os “juruás” (os homens brancos). Há inclusive a cura de uma pessoa que sofria de câncer. Alcindo a tratou e curou usando a medicina guarani. Infelizmente o caso não foi documentado. Se fosse, quem sabe, abriria uma linha de investigação muito interessante para se tentar descobrir outro tipo de tratamento para essa doença.

Pena que o pajé Alcindo não é tema de documentário nas televisões. Se fosse, muita gente poderia ter noção da riqueza da cultura guarani e não ter os velhos clichês reducionistas diante do povo índio.

OBSERVATÓRIO

Biguaçu precisa urgentemente de um observatório, entidade que utiliza uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir. Por que isso se faz necessário um negócio desse me Biguaçu? A prefeitura de Biguaçu não responde os questionamentos da ISEV, do gasto excessivo em publicidade e o que se combina em compensações quando se faz obra de impacto na cidade. No ano passado conversei com o ambientalista Henrique Azevedo e ele me expressou a vontade de se criar um observatório social em Biguaçu. Líderes empresariais e políticos também acham muito importante essa ferramenta para checar o que acontece com as verbas públicas no município. Quem não gosta de observatório social é corrupto que cobra propina e enriquece com superfaturamento em licitação fajuta. E esse observatório tem que ser retroativo (no mínimo 15 anos), principalmente no que diz em gastos em mídia. Vamos que vamos pois num pais da lava jato onde um bocado de gente virou milionário do dia pra noite, atacar esse mal em todas esferas é muito importante.

GRAMADO

Não conheço Gramado no Rio Grande do Sul, mas confesso que tenho vontade de ir lá e quem sabe investir nessa cidade turística. O problema é capital. Infelizmente não vendo bijuteria para ter dinheiro sobrando para comprar bens nesse município.

EMPRESA DE CURITIBA

A ORBENK, empresa de Curitiba que está fazendo serviços de limpeza na cidade de Biguaçu contrata pessoas para trabalhar. Quem é de Biguaçu são os mesmos que se vê trabalhando na política para autoridades de Biguaçu nas últimas eleições. No entanto essa empresa recebe verbas públicas pelo contrato. Aliás! De conto é o contrato com a ORBENK? Realmente precisamos de um observatório.

 

AVISO

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.

bit.ly/WhatsJBFoco

Publicidade