Publicidade

Campanha da vacina contra gripe começa num “calor do capeta”. Munícipes que foram ao posto de saúde da Praia João Rosa na tarde de hoje (segunda, 23/04) em busca da vacina da gripe passaram o maior apuro devido ao calor sufocante.

Populares reclamaram que um ar condicionado Sprinter foi retirado do posto e até o presente momento não foi recolocado.

Por outro lado, se o espaço do público não tinha refrigeração (vale lembrar que segunda-feira, 23 de abril, foi mais um dia de sol forte, apesar de teoricamente estarmos no inverno), as salas “da diretoria” estavam com seus ar condicionados.

O ar condicionado não é um “favor” ou “boa vontade” que tem de ser dado à população que procura os postos de saúde. É uma obrigação. A razão é muito simples: a população paga impostos e são estes que custeiam a máquina pública.

Ter um posto de saúde que funciona, com estoque adequado de remédios, com prestação dos serviços básicos é o mínimo do mínimo.

 

CAMPANHA

Transcrevemos trechos da notícia enviada pela assessoria de imprensa da prefeitura de Biguaçu: “De 23 de abril a 1º de junho será realizada a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe), sendo o dia 12 de maio o dia D de mobilização nacional. Em Biguaçu, a população-alvo para a vacinação é composta por 18.325 pessoas pertencentes aos grupos prioritários. A meta é alcançar uma cobertura de pelo menos 90% desse total.”

Prossegue: “A campanha de vacinação contra a Influenza é realizada todos os anos na segunda quinzena de abril, mês que antecede o inverno, considerado o período de sazonalidade da doença. Tem como objetivo reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da Influenza na população alvo para a vacinação, que é composta pelos seguintes grupos: 1) Crianças de seis meses até menores de cinco anos; 2) Gestantes; 3) Puérperas (até 45 dias após o parto); 4) Indivíduos com 60 anos ou mais; 5) Trabalhadores de saúde; 6) Povos indígenas; 7) Professores do ensino infantil, fundamental e médio e de universidades públicas e privadas; 8)População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; 9) Portadores de doenças crônicas não transmissíveis ou condições clínicas especiais.”

A assessoria prossegue: “Para receber a vacina, as pessoas que pertencem a um desses grupos devem comparecer ao posto de vacinação, preferencialmente portando sua carteirinha de vacinação. Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis devem apresentar prescrição médica com indicação da vacina contra Influenza ou, caso sejam cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS, podem se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina sem a necessidade da prescrição.

Já os professores têm de apresentar comprovante de vínculo com uma instituição de ensino e os trabalhadores de saúde precisam apresentar carteira de identificação profissional.”

Ar condicionado sprinter foi retirado e nada de data para que seja recolocado. (Foto Divulgação)

AVISO        

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.

bit.ly/WhatsJBFoco

Publicidade