Na quinta-feira desta semana (05/04), a atriz global, Elizabeth Savala, estará encenando sua peça A.M.A.D.A.S (Associação de Mulheres que acordam Despencadas), às 20h, na praça Nereu Ramos, centro de Biguaçu.

Nada contra. Pelo contrário. É uma honra Biguaçu receber tão ilustre presença e uma peça teatral de primeira classe. Vale lembrar que muitos biguaçuenses NUNCA tiveram a experiência de ver uma peça teatral ao vivo, em cores e, muito menos, com uma atriz tão famosa como Elizabeth Savala, cujo currículo confunde-se com a história da televisão e teatro brasileiros.

A crítica que temos não é dirigida à atriz, mas sim à prefeitura de Biguaçu. Perguntamos quanto a prefeitura de Biguaçu irá gastar nessa peça? Irá pagar o palco? A iluminação? Aliás, tem um carro de som percorrendo a cidade anunciando o espetáculo. Perguntar não ofende: quem está pagando? A prefeitura, a equipe de Elizabeth Savala ou algum empresário? Queremos saber. É o direito da comunidade. O prefeito Ramon não pode esquivar-se de responder essa pergunta.

Vamos deixar bem claro: se a prefeitura de Biguaçu investiu algum dinheiro para viabilizar a apresentação da atriz Elizabeth Savala no município, não tem problema algum. Pelo contrário. Mas qualquer que tenha sido o investimento (mesmo que justo), não podemos deixar de registrar uma séria contradição: a prefeitura de Biguaçu nunca investiu um só tostão em teatro amador.

 

FALTA DE INVESTIMENTO

Temos o Centro Cultural Casarão Born, na frente da Praça Nereu Ramos. No entanto, a prefeitura nunca investiu na contratação de algum professor de teatro para promover um curso de teatro amador na cidade.

Sim, Biguaçu poderia ter um curso de teatro dirigido a moradores que desejam aprender essa arte. O curso poderia ser dado uma ou duas vezes por semana no Casarão Born. Seria uma belíssima atividade cultural em Biguaçu. Aliás, o curso de teatro, se existisse em Biguaçu, poderia promover uma peça anual, quem sabe em dezembro, na programação de natal ou, até mesmo, em maio, durante os festejos do aniversário da cidade.

Mas não existe e nunca a atual gestão disse algo a respeito.

 

“SANTO DE FORA”

Pois bem! Bastou uma atriz famosa da rede Globo pular de paraquedas em Biguaçu para que o prefeito Ramon, “deslumbrado”, desse um “apoio” para o espetáculo proposto. Aliás, o deslumbramento foi tanto que Ramon aproveitou a ocasião para chamar a esposa e tirar uma foto ao lado da famosa atriz. Não é todo dia que aparece uma mulher tão famosa nas dependências da prefeitura de Biguaçu. Daí a razão da foto.

Queremos saber se esse “apoio” foi em dinheiro ou apenas palavras de incentivo?

Se foi em dinheiro, não tem problema algum, repetimos mais uma vez. Mas é problemático em vista do fato de que Ramon nunca investiu um tostão em teatro amador na cidade, nunca criou um projeto de incentivo à cultura, nunca pensou em reservar uma verba anual para investir na publicação de livros literários e históricos de moradores do município que precisariam de algum incentivo financeiro com o objetivo de viabilizar as obras.

Vamos lá, Ramon. Quanto foi investido no espetáculo de Elizabeth Savala? R$ 5 mil, R$ 10 mil, R$ 100 mil, R$ 300 mil, R$ 1 milhão?

Por que a prefeitura não responde? Por que o prefeito Ramon não informa pura e simplesmente se a prefeitura investiu ou não algum “tostão” na apresentação da atriz global? Por que tanto silêncio?

Se investisse na nossa cultura, tudo bem. Investir no show da atriz global, não seria alvo de crítica alguma. Aliás, seria um grande investimento.

Mas como nunca investiu, qualquer que tenha sido o investimento no espetáculo da atriz carrega uma bela contradição que podemos resumir no famoso ditado “Santo de Casa não faz milagre”.

Se ao invés de Elizabeth Savala, tivesse aparecido uma atriz não famosa, mas experiente e com formação específica, que fosse à prefeitura propor promover um curso de teatro em Biguaçu, mas solicitando um apoio financeiro da prefeitura, será que Ramon ajudaria? Pagaria algum salário para uma professora ministrando curso de teatro amador em Biguaçu?

Que o episódio da atriz Elizabeth Savala ajude a mudar mentalidades em Biguaçu e que ajude a fomentar mais investimento em cultura no município.

Prefeito Ramon, Elizabeth Savalla, a primeira-dama Daiana e prefeito em exercício Vilson: sendo atriz famosa, aí vamos tirar fotos todo mundo. ( Foto Paulo Rodrigo Ferreira (Dicom PMB)
Atriz Elizabeth Savalla esteve na manhã de segunda (29.01) na Prefeitura de Biguaçu – Foto Martha Huff (Dicom PMB)
Atriz Elizabeth Savala apresenta espetáculo A_M_A_D_A_S_ em Biguaçu no dia 5 de abril (Foto Divulgação)

 

Santo de fora é que faz milagre em Biguaçu

AVISO

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.

bit.ly/WhatsJBFoco