Publicidade

 

Num país decente, no mínimo o caso que será aqui apresentado tornar-se-ia alvo de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito). Estamos falando do Centro de Convivência da 3ª Idade, situada no final da rua Hermógenes Prazeres, esquina com a Leopoldo Freiberger, no centro de Biguaçu.

O citado Centro de Convivência, inaugurado em 1º de outubro de 2008, encontra-se hoje, 10 anos depois, completamente abandonado. Era uma obra da prefeitura de Biguaçu destinada a ser uma sede social de eventos de entretenimento a idosos da cidade.

Por que a câmara de vereadores de Biguaçu deveria abrir uma CPI? Justamente para averiguar como foi gasto R$ 1 milhão (cifra estimada, pois não há um número oficial) na compra do terreno, construção e mobília da entidade que acabou sendo abandonada há poucos anos pela atual gestão da prefeitura de Biguaçu.

Aqui ninguém está fazendo qualquer acusação como também a FBV TV digital recém lançada em Biguaçu, que produziu um vídeo reportagem sobre o abandono do Centro de Convivência. O vídeo está sendo mostrado no site www.jbfoco.com.br.

O caso precisa ser investigado por um motivo muito simples: respeitar o dinheiro do contribuinte biguaçuense.

Segundo apurou a FBV TV, a prefeitura de Biguaçu comprou o terreno de um empresário e depois mandou construir a sede, que veio a funcionar por alguns anos até que a atual gestão fechou.

Como a prefeitura não colocou vigia ou reforçou a segurança, o imóvel acabou sendo saqueado, pois a mobília que lá havia acabou levada.

Atualmente a prefeitura paga um outro local para as atividades dos grupos da 3ª idade, ou seja, o prejuízo é o dobro. Em primeiro lugar, o Centro de Convivência completamente parado. Em segundo lugar, gasto com aluguéis.

 

 

Centro de Convivência dos Idosos de Biguaçu. (Foto JBFoco) 

Detalhe do tamanho da rachadura no Centro de Convivência dos Idosos de Biguaçu. (Foto JBFoco)

 

Fiação elétrica foi saqueada. (Foto JBFoco)

 

Base do piso cedeu. (Foto JBFoco)

 

Portão da frente não tem sequer corrente para impedir acesso ao Centro de Convivência dos Idosos de Biguaçu. (Foto JBFoco)

 

Salão de festas do Centro de Convivência dos Idosos de Biguaçu. (Foto JBFoco)

 

Edificação encontra-se com várias rachaduras pelas paredes. Centro de Convivência dos Idosos de Biguaçu. (Foto JBFoco)

 

Mato toma conta do Centro de Convivência dos Idosos de Biguaçu. (Foto JBFoco)

 

Abandono completo. (Foto JBFoco)

 

Matagal que se estendeu por todo o terreno do Centro de Convivência dos Idosos de Biguaçu. (Foto JBFoco)

QUESTIONÁRIOS

A FBV TV enviou o seguinte questionário ao secretário municipal Daniel Luz, solicitando esclarecimentos sobre o Centro de Convivência abandonado. Daniel ainda não respondeu. Alegou que teve de se submeter a uma emergência médica e que deverá responder logo que voltar.

Aqui as perguntas enviadas pela FBV TV. Para organizar melhor, iremos enumerá-las.

  • Quem é o responsável por cuidar e zelar do patrimônio público o ex-Centro de Convivência dos Idosos, que fica localizado na Rua Hermógenes Prazeres?
  • Qual a situação da Ação 0002798-50.2012.8.24.0007, que a prefeitura ajuizou contra as empresas responsáveis pela construção do ex-Centro?
  • Quanto a Prefeitura gastou para adquirir o terreno? E construir o prédio do ex-Centro?
  • Por que a Prefeitura ignorou o parecer do Procurador da Câmara de Vereadores da época “para não comprar o terreno por não ter acesso suficiente para entrada de ônibus e nem estacionamento?”
  • Por que a Prefeitura desistiu da Ação da desapropriação (dinheiro depositado em conta judicial) do terreno do Orlando Coan, que fica na Rua Leopoldo Freiberger (HOJE A IMOBILIARIA MELLO), o qual faz fundos com o terreno do ex-Centro, essa desapropriação teria como finalidade dar acesso aos ônibus e um amplo estacionamento ao ex-Centro?
  • Por que após ajuizar Ação 0002798-50.2012.8.24.0007 em 20 de junho de 2012 contra a empresa (que participou da construção do ex-centro), a Prefeitura fechou vários contratos com tal mesma empresa em agosto de 2012, para construir duas super creches e pavimentar várias ruas e outras obras no município, ignorando o fato ocorrido no ex-Centro de Convivência dos Idosos?
  • Quanto a Prefeitura gastou e vai gastar com o aluguel das instalações do Sindicato do Trabalhadores Rurais, para transformá-lo no atual Centro de Convivência dos Idosos até o fim do atual contrato de locação?

 Perguntar não ofende e esperamos que a prefeitura de Biguaçu, que nunca respondeu a um protocolo do JBFoco e deve explicações a questionamentos de certos vereadores, seja transparente e esclareça as dúvidas.

Caso contrário, a câmara municipal de Biguaçu tem aí todos os elementos para abrir uma CPI para esclarecer minunciosamente toda a história.

 

VÍDEOS

 

AVISO        

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.

bit.ly/WhatsJBFoco

Publicidade