Publicidade

Dentro do governo Ramon Wollinger (PSD) tem vários partidos coligados como o DEM, PR, PP e PSDB. Líderes dessas siglas já estão se assanhando dizendo que querem ser candidatos a prefeito em 2020 como o Marconi Kirch do DEM, Vilson e Douglas do PP, Ângelo do PSD e Salete do PR.

A maioria faz isso para valorizar o passe e tentar emplacar como vice de alguém no ano eleitoral municipal e outros querem negociar cargos e secretarias no futuro. Tudo isso faz parte do jogo e todo mundo sabe como esse pessoal pensa e se articula.

Já são figurinhas carimbadas na política de Biguaçu. Mas o que é fato mesmo é que a palavra final é do ex-prefeito José Castelo Deschamps (PP). Na hora certa ele chama todo mundo, apaga as arestas e articula o cabeça de chapa e seu vice.

Por isso tem gente que diz que o candidato de todos da situação será o Vilson Alves, atual vice do Ramon e o queridinho do Castelo. Até porque se essas siglas não se unirem, uma eleição contra o PMDB se torna muito arriscada ainda mais com esse governo que está aí. O alguém ainda não deixou cair a ficha de que o grande cabo eleitoral da oposição será a administração atual em 2020.

Vilson: o queridinho do Castelo. (Foto JBFoco)
Ângelo. (Foto JBFoco)
Salete. (Foto JBFoco)
Marconi. (Foto JBFoco)
Douglas: tal como Ângelo, Salete e Marconi, quer ser candidato a prefeito em 2020, mas quem acaba escolhendo é o ex-prefeito Castelo. (Foto JBFoco)

 

AVISO
Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.
bit.ly/WhatsJBFoco

Publicidade