Publicidade

Estávamos lendo alguns comentários da notícia que postamos sobre a inauguração da maternidade de Biguaçu, solenidade que ocorreu na manhã de terça (28/08).

A maternidade está funcionando dentro das dependências do Hospital Regional Helmuth Nass, de Biguaçu, inaugurada exatamente há três anos.

Esperávamos que as mensagens fossem positivas, quem sabe até entusiásticas. Afinal de contas, além do hospital, Biguaçu agora está contando com uma maternidade.

A partir de agora, grávidas de Biguaçu, Antônio Carlos e Governador Celso Ramos não precisarão enfrentar os engarrafamentos da BR-101 e as congestionadas pontes de Florianópolis para chegarem às maternidades da capital. Agora poderão contar com a maternidade de Biguaçu, de acesso mais rápido.

Mas esse não é o clima dos moradores de Biguaçu. Aqui alguns comentários de biguaçuenses nas redes sociais.

Jefferson Goulart escreveu: “Qualquer um inaugura. Queremos ver funcionar.” Já a sra. Izaura J. Corrêa, registrou: “Quero ver se vai funcionar mesmo.” Simone Farias observou: “ se for igual ao hospital (Helmuth Nass)…” E seguiram outros comentários em tom parecido.

O Hospital de Biguaçu, agora com uma maternidade em anexo, não está empolgando viv´alma. A razão é simples. Se alguém quebrar a perna com fratura exposta em Biguaçu, terá de ser socorrido nos hospitais de Florianópolis, pois o de Biguaçu não tem emergência. Se ninguém provar o contrário, lá são internados só quem estiverem numa lista pré-programada.

Nada contra, mas o hospital que a população de Biguaçu quer mesmo é aquele que atende emergências, faz cirurgias e operações complexas na hora conforme a gravidade, enfim, que tenha um atendimento rápido e especializado que faça com que o biguaçuense, como também o antoniocarlense e o gancheiro, não precisem pegar essa PORCARIA de BR-101 FREQUENTEMENTE CONGESTIONADA para buscar socorro médico no Hospital Regional de São José ou nos hospitais de Florianópolis.

O biguaçuense quer é um hospital COMPLETO, que atende todo tipo de complexidade, dentro do território de Biguaçu.

Por enquanto, o Hospital Regional Helmuth Nass não tem esse perfil. Portanto, mesmo depois de três anos, não empolgou ainda.

Perguntar não ofende: quando é que Biguaçu vai ter um hospital 100% de verdade, completo e “pau a toda obra” para tirar-nos dessa DROGA de BR-101 em direção a São José e Florianópolis?

E estamos conversados.

 

Ozias Alves Jr

E-mail: ozias@jbfoco.com.br

 

AVISO
Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.
bit.ly/WhatsJBFoco

Publicidade