Publicidade

Estão perdidos. A audiência pública da saúde que questionava o Rombo de 12 milhões nessa secretaria realizada na segunda-feira da semana passada (27/08) na  câmara municipal mostrou que essa pasta merece mesmo é uma CPI imediata e com auditoria externa.

O editor do jornal foi nessa audiência pública para fazer a cobertura jornalística, até porque estamos falando de um déficit de R$ 12 milhões (é dinheiro que não se acaba mais). A população de Biguaçu merece ser informada, fato esse que deixa o prefeito Ramon de cabelo em pé.

 

AO ENFORCADO RESTA ESPERNEAR

Diz o ditado que “ao enforcado resta espernear”. Sem explicação plausível, a prefeitura argumentou nessa audiência citada da última segunda (27/08) que não existe esse negócio de R$ 12 milhões de ROMBO e sim 12% e deixando a entender que o jornal mentiu quando escreveu sobre isso semanas atrás (Risos!!! Essa superou todas, kkkk!!!)

O secretário Daniel Luz (que foi lá defender a PMB e a secretária de saúde Genivalda), inclusive olhou para o editor Ozias para tentar constrangê-lo no evento como se estivesse dizendo que o Biguaçu em Foco usou de má fé ao publicar esse tipo de informação.

No outro dia o editor do JBFoco tapou a boca pelo jeito alugada do secretário mostrando na edição online e impressa do jornal de onde veio a fonte de informação que o jornal pegou para estampar sobre o déficit milionário.

Sim, não fomos nós quem falou a respeito de “déficit de R$ 12 milhões”. A informação partiu da assessoria de imprensa da câmara municipal de Biguaçu que enviou um release (texto) sobre essa afirmação dada em 13 de julho último. Nesse release, a assessoria de imprensa registrou palavras do próprio secretário Luz dizendo que a saúde fechou um trimestre com R$ 12 milhões de prejuízo.

Diante dessa informação séria, oficial e vinda da instituição LEGISLATIVO MUNICIPAL o JBFoco fez o questionamento público sobre esse DÉFICIT. Até por que não estamos falando de 12 mil reais e sim de 12 milhões!!!

Repetindo: R$ 12 MILHÕES (de reais!!!) Gente, é muito dinheiro!!! Se vocês leem “déficit de R$ 12 milhões”, o que vocês iriam pensar?

 

NUNCA RESPONDERAM

Nunca a PMB respondeu esse questionamento. Inclusive a secretária Genivalda, da Saúde, em comentário arrogante e irresponsável, chegou a escrever a esse colunista que eu não merecia o seu respeito.

Olha só! Esse aqui que vos escreve queria saber uma informação oficial sobre esse déficit (divulgado pela câmara de Biguaçu), não recebe resposta e ainda é taxado de “não ser merecedor de respeito”. Santa inversão de valores!!! Que loucura é essa?

Na minha opinião, essa situação ficou mesmo complicada. A Saúde de Biguaçu está perdida, muito doente (literalmente) e precisa explicar sobre esse DÉFICIT milionário.

CPI JÁ e com auditoria externa. Na última sexta (31/08) o jornal recebeu um posicionamento oficial da assessoria de imprensa da Câmara municipal de Biguaçu afirmando que não tem nada de errado no release enviado por eles no dia 13 de julho confirmando que, segundo o áudio gravado da audiência de 11 de julho, Daniel Luz realmente falou em R$ 12 milhões de déficit na saúde e não em “12%”, conforme quis afirmar para alegar “erro” da reportagem.

Isso quer dizer que o JBFoco não inventou nada e muito menos mentiu. A sociedade precisa saber quem é o pinóquio nessa história toda e, principalmente, onde foi parar esse dinheirama toda do prejuízo de R$ 12 milhões na saúde.  Sim, quando eu leio a palavra “déficit”, subentendo que se trata de um “rombo”, “dinheiro que não está mais”, “má gestão”, “irresponsabilidade”, “algo gravíssimo aconteceu” etc.

Como é que se produziu um “déficit de R$ 12 milhões”? Quem foi o responsável?

 

SÓ FALTAVA SUMIR A GRAVAÇÃO!!!

 

Secretária Gê explicação sobre o déficit de R$ 12 milhões. (Foto Arquivo JBFoco)

 

Daniel Luz: comunicado da câmara municipal reafirma que ele falou sobre o déficit de 12 milhões. E agora? (Foto Arquivo JBFoco)

 

O vereador Salmir Silva está pedindo a gravação para comprovar o que realmente falou Daniel Luz (12 MILHÕES OU 12%???). em 11 de julho deste ano.

Para quem não sabe, todas as audiências públicas e sessões da câmara municipal são gravadas e existe um áudio (será que não tem vídeo também?) que pode esclarecer de uma vez por todas essa situação maquiavélica.

Era só o que faltava esse vídeo desaparecer. A CPI é necessária e um processo justo para saber quem mentiu e onde foram parar os tais R$ 12 milhões de “déficit”.

CPI não é condenação antecipada, mas investigar é preciso. Se algum vereador for contrário à abertura de um comissão parlamentar de inquérito, alguma coisa tem.

Vamos ficar de olho. Tentaram culpar o jornal por escrever e questionar (vejam só onde chegaram!!!), mas não adianta intimidar.

A sociedade, quer queira o prefeito ou não, vai saber a verdade sobre esses R$ 12 MILHÕES. As próximas semanas prometem.

 

TRANSPARÊNCIA ZERO

Se existe uma coisa que me irrita é atribuir à imprensa um erro quando não se quer responder algo muito sério.

O JBFoco está fazendo o seu papel em questionar sobre o DÉFICIT de R$ 12 milhões na saúde. Esse negócio de dizer que o jornal mente não vai dar certo. Até por que os biguaçuenses precisam saber sobre essas divergências de informações entre o executivo e legislativo e a incoerência entre os secretários Daniel e Genivalda sobre o tamanho de déficit.

Essa secretária de saúde não apresenta relatório detalhado da gestão financeira da saúde aos vereadores e sobre a gestão do fundo municipal de saúde. Enquanto isso, não faltam reclamações de falta de remédios básicos no postos de saúde da cidade.

 

POSICIONAMENTO

Qual a posição dos biguaçuenses candidatos a deputados a respeito da saúde de Biguaçu? Recentemente houve uma greve em Biguaçu e fizemos essa pergunta aos nobres candidatos. Só João José dos Santos (PT) respondeu e deu seu posicionamento sobre a greve naquela ocasião. Esperamos que os nobres candidatos não se esquivem dessa vez em dizer o que pensa sobre o assunto para a população saber.

AVISO
Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.
bit.ly/WhatsJBFoco

Publicidade