Publicidade

Confira o vídeo abaixo da crônica do colunista político do jornal Biguaçu em Foco, Décio Baixo Alves.

Décio publicou vídeo anterior informando que o vereador licenciado Douglas Borba (PP) está sofrendo um processo interno dentro de seu partido em que o vice-prefeito, Vilson Alves (PP), teria pedido sua expulsão afirmando que Borba cometeu “infidelidade partidária” ao ter apoiado, durante a eleição de outubro último, o candidato a governador do Estado de SC, Carlos Moisés da Silva (PSL), o “Comandante Moisés”.

Vale lembrar que o PP apoiou o candidato rival de Moisés, Gelson Merísio (PSD). Portanto, teoricamente, Douglas, que participou inclusive do comitê interno de campanha do então candidato Moisés, teria realmente apoiando alguém que seu partido não estava apoiando oficialmente na eleição.

Devido à repercussão da matéria, o vice Vilson Alves enviou mensagem para whattsapp do colunista Décio alegando que não está pedindo a expulsando vereador Douglas Borba por infidelidade. Vilson, que segundo os bastidores teria sido autor do pedido de expulsão de Douglas, nega tal autoria

Por outro lado, Douglas, que alega ter recebido a informação do pedido de sua expulsão, informa que não cometeu infidelidade. Ele disse que vai se defender.

Vilson contou que Douglas mesmo frisou que quer ser candidato a prefeito, mas que teria reconhecido que não teria espaço dentro do PP.

Apesar da negativa de Vilson, o fato é que nos bastidores e o próprio Douglas reconhece, há sim uma grande rivalidade e está havendo conflito que pode ser ampliado com a eleição da Câmara de Vereadores de Biguaçu em dezembro próximo.

Confira o vídeo em anexo:

 

VÍDEO

AVISO

Receba gratuitamente notícias da comarca de Biguaçu em seu whatsapp. Clique no link abaixo, adicione nosso número (4898484-7539) e dê um OK.

bit.ly/WhatsJBFoco

 

Publicidade