Publicidade

 Na última sexta (07/12) o vereador de Biguaçu, Douglas Borba (PP), foi anunciado como o futuro Secretário de Estado da Casa Civil na administração do governador eleito que assumirá em 1º de janeiro próximo, Carlos Moisés da Silva (PSL), o “Comandante Moisés.

Em 21 de outubro deste ano, o jornal Biguaçu em Foco publicou a reportagem “Douglas Borba assumirá a Casa Civil no Governo Moisés.”

Publicamos essa matéria antes do 2º turno da eleição presidencial e já prevíamos a vitória do comandante Moisés.

Dito e dito. Tanto sobre a vitória de Moisés como também a confirmação de Douglas, que veio hoje (sexta, 07/12).

Sobre seu futuro em Biguaçu, Douglas antecipou que não pretende renunciar ao cargo de vereador. Deverá licenciar-se dando vaga ao suplente João Luz.

 

BIGUAÇU

Sobre se será candidato a prefeito de Biguaçu em 2020, Douglas disse que isso não está nos seus planos agora. Pretende realizar seu serviço na Casa Civil e só o futuro dirá se vai ou não disputar a eleição de 2020 na majoritária.

Douglas é o terceiro biguaçuense a exercer cargo de primeiro escalação no governo do Estado. O ex-prefeito Lauro Locks (in memoriam) já foi secretário de Estado da Educação na década de 1960 como também o professor e proprietário do Colégio Educar, Luiz Anderson dos Reis na década de 1980.

Agora é Douglas Borba, que participou ativamente na campanha do comandante Moisés e, inclusive, ajudou na estratégia vitoriosa do então candidato completamente desconhecido e que, no final, surpreendeu.

Parabéns Douglas. Seus amigos de Biguaçu o saúdam e acreditam que você fará um excelente trabalho na Casa Civil do Governo do Estado.

 

ANÁLISE

A ascensão de Douglas mostra uma liderança que está despontando na cidade. Afinal de contas, Borba ocupará um cargo de primeiro escalação, estará nos holofotes da imprensa estadual, será o homem de confiança do governador e andará pelo estado inteiro.

Isso é prestígio para Biguaçu.

 

2020

A pergunta que não quer se calar: e a eleição municipal de 2020? Douglas talvez, conforme disse antes, não será candidato a prefeito de Biguaçu até porque sua meta pode ser candidatar-se a deputado em 2022.

O que Douglas pode e já deve estar fazendo é trabalhar para o PSL cresça em Biguaçu e, quem sabe, lançar candidatura a prefeito em 2020.

Por outro lado, João Luz, o suplente de Douglas, deverá prosseguir no cargo de vereador e certamente será o braço direito de Borba nas articulações políticas.

Que Biguaçu saiba aproveitar a oportunidade de ter um biguaçense no alto escalão do governo do estado.

 

 

ELEIÇÃO MUNICIPAL

 

Vilson Alves: desafios. (Foto Arquivo JBFoco)

 

É fato. O fato de Douglas Borba assumir a Casa Civil do governo do Estado modificou radicalmente as peças do tabuleiro para a eleição municipal de Biguaçu de 2020. Por quê?

Até então, a articulação era para o PP lançar o vice-prefeito, Vilson Alves, a candidato a prefeito em 2020.

A pergunta é: será que Douglas, que é vereador pelo PP, irá apoiar Vilson? Ou Douglas vai trabalhar para fortalecer o PSL do governador Carlos Moisés da Silva?

Em resumo: o PP não está unido. Douglas deverá cair fora. Afinal de contas, quer queira, quer não, Vilson articulou para expulsar Douglas só pelo fato de que o vereador licenciado trabalhou na eleição de outubro último pelo candidato a governador, Comandante Moisés, em detrimento do PP, que apoiava oficialmente o adversário de Moisés, Gelson Merísio.

 

 

É muito FÁCIL receber notícias gratuitamente e concorrer a uma bicicleta!

JBFoco

#jbfocowhattsapp

  1. Envie uma mensagem no whattsapp para o número (48) 9-8484-7539 com a palavra OK!

  2. Além de receber notícias GRATUITAMENTE, você concorrerá a uma bicicleta.

Prêmio a ser sorteado: Bicicleta Aro 26 Beach 18V

Sorteio: Dia 05.03.2019 ( 05 de março de 2019)

Quem já recebe as reportagens pelo whattsapp está concorrendo automaticamente.

Publicidade