Publicidade

 

Estava pesquisando no google quando acabei entrando no site www.hemeroteca.ciasc.sc.gov.br, página criada para estampar os PDFs da coleção de jornais da Biblioteca Estadual de Santa Catarina.

Sim, a biblioteca, que possui uma vasta coleção de jornais editados em Santa Catarina desde a segunda metade do século XIX, está escaneando e disponibilizando tal coleção para quem quiser ler e pesquisar no computador de casa.

E a coisa não para por aí. Quem quiser guardar no seu computador o PDF da edição completa do jornal que consultou, é clicar no comando de download e armazenar o arquivo no seu HD. Para quem é pesquisador, é algo mais que extraordinário ter o material de sua pesquisa disponível em seus guardados.

Abri “de bobeira” a edição do antigo jornal O Estado de sábado, 29 de julho de 1950 e, de relance, encontrei uma breve matéria na página 8, na contracapa (naquela época, o jornal O Estado circulava com 8 páginas), sobre Hugo Amorim.

 

PERSONAGEM

 

Hugo Amorim (1913-2001). (Foto: Ozias Alves Jr- Arquivo JBFoco)

Quem foi Hugo Amorim (1913-2001)? Ele foi prefeito de Biguaçu entre fevereiro de 1943 a abril de 1947, nomeado pelo então governador Aderbal Ramos da Silva (1911-1985).

Aqui a transcrição da nota publicada no jornal O Estado na ocasião: “Hugo Amorim. Por ato do ilustre Governador do Estado, Dr. Aderbal R. da Silva, vem de ser nomeado para o cargo de Chefe de Serviço da Ordem Política e Social, o nosso presado (sic) amigo e conterrâneo Sr. Hugo Amorim.

O recém nomeado é pessoa largamente relacionada em nossos meios políticos e sociais e já conta com uma extensa folha de serviços prestados a coletividade. Filho de tradicional família tijuquense, fixou residência em Biguaçu, onde desfruta de invejável prestígio, tendo exercido vários cargos de relevo, entre os quais de Prefeito Municipal. Atualmente ocupa a presidência da Câmara de Vereadores, tendo se revelado com inteligência e larga visão política.

Militando de longa data nas hostes do Partido Social Democratico, sendo Presidente do Diretorio Municipal de Biguaçú, nesse posto, demonstrou ser um político inteligente nas campanhas que se travaram no município.

Enviamos ao Hugo Amorim nossos abraços de felicitações pelo ato de justiça praticado pelo Govêrno do Estado.”

 

Hugo Amorim foi prefeito entre abril de 1947 a dezembro de 1947. (Foto Arquivo JBFoco)

 

SIGNIFICADO

Escrevi e, quem sabe será publicada no futuro, um livro de minha autoria sobre a história de Biguaçu. Na obra, reuni biografia de inúmeros destaques da história da cidade, entre os quais o ex-prefeito Hugo Amorim, uma pessoa muito amável e que morava próximo ao escritório do jornal Biguaçu em Foco.

O interessante do site “hemeroteca”, da biblioteca pública do Estado de SC, é que nos poupa de ir lá para pesquisar (se for de carro, o estacionamento sai muito caro). Podemos acessar o acervo no conforto de casa. E sobre a matéria aqui estampada, já vou colocar no verbete de Hugo a transcrição dessa matéria com o objetivo de atualizá-lo.

Pesquisa se faz assim. À medida em que se vai descobrindo, vai se acrescentando.

Parabéns à direção da Biblioteca Pública do Estado pela iniciativa de disponibilizar seu acervo democraticamente na internet.

 

HISTÓRIA REAL

Gostaria de registrar uma história real que aconteceu comigo. Também gostaria de deixar bem claro que o que vou contar não é jogar confete em mim ou elogiar a mim mesmo. Pelo contrário. É uma história real que exemplifica o famoso “não enxergar um palmo diante do nariz”.

Isso era a primeira metade da década de 2000 e eu fui à Biblioteca do Estado com o objetivo de pesquisar a pequena coleção do primeiro jornal que circulou em Biguaçu entre abril de 1921 a dezembro de 1922, o Arauto.

Li todos os volumes disponíveis desse antigo jornal na biblioteca, anotei as informações e publiquei mais tarde, em 2006, um especial no jornal Biguaçu em Foco. Se o leitor quiser conferir, o artigo encontra-se também no seguinte endereço do site oficial do JBFoco (https://jbfoco.com.br/author/ozias/artigos/a-historia-do-primeiro-jornal-do-municipio-de-biguacu-sc/)

 

CONVERSA

Na ocasião em que fiz a pesquisa lá, conversei com a simpática e atenciosa diretora da Biblioteca do Estado.

Na época, ela me contou que a biblioteca havia conseguido verba pública para fazer o escaneamento da coleção de jornais de seu acervo, mas enfrentava certas dificuldades que aqui não precisam ser esmiuçadas. O objetivo era escanear tudo e disponibilizá-lo na internet para quem quiser pesquisar.

Foi então que eu comentei ser tal iniciativa algo “maravilhoso”, que vai ajudar muitos pesquisadores (amadores e acadêmicos) a terem acesso “expresso” ao acervo, um verdadeiro “gol de placa” usando a tecnologia para a democratização da informação, entre outras vantagens. “Parabéns mesmo. A ideia é fora de série”, disse eu na ocasião.

A diretora ficou muda e eu fiquei com os olhos meio arregalados. Será que eu tinha dito alguma coisa inconveniente ou parvoíce?

Depois de breve silêncio, a diretora observou: “Você é a primeira pessoa com quem converso que não criticou o projeto. Pelo contrário. Percebeu a importância e o alcance dele. Eu não suporto gente idiota que diz que essa história de escanear a coleção de jornais é uma “besteira”. Haja gente imbecil neste mundo”.

De imbecis e medíocres, o mundo está cheio e, segundo o que ela me contou em pormenores, não faltaram burocratas torcendo o nariz, pois, no fundo, achavam que, ao invés de escanear, a coleção de jornais antigos da biblioteca do estado deveria ter outro destino a famosa lata do lixo, pois “não passa de papel velho”.

O bom dessa história é que os “imbecis” não venceram e hoje a Hemeroteca digital está no ar prestando seus serviços para a população em geral.

Parece incrível, mas é uma história real.

E termino essa crônica perguntando pela enésima vez: quando é que Biguaçu terá seu “Arquivo Público Digital”? Espero que não tenha gente que ache tal ideia uma “parvoíce”.

 

Ozias Alves Jr

E-mail: ozias@jbfoco.com.br]

 

HISTÓRIA- Hugo Amorim: Nove meses na prefeitura de Biguaçu

 

É muito FÁCIL receber notícias gratuitamente e concorrer a uma bicicleta!

JBFoco

#jbfocowhattsapp

  1. Envie uma mensagem no whattsapp para o número (48) 9-8484-7539 com a palavra OK! https://chat.whatsapp.com/KqM4tyur0hILhDrHAnFFBB

  2. Além de receber notícias GRATUITAMENTE, você concorrerá a uma bicicleta.

Prêmio a ser sorteado: Bicicleta Aro 26 Beach 18V

Sorteio: Dia 05.03.2019 ( 05 de março de 2019)

Quem já recebe as reportagens pelo whattsapp está concorrendo automaticamente.

Publicidade