Publicidade

Nada contra o estacionamento rotativo. Pelo contrário. Biguaçu precisa disso. É preciso cobrar o estacionamento para que os motoristas que trafegam por Biguaçu possam ter mais vagas para parar os veículos. É problemático ver cidadãos que deixam o carro o dia inteiro na vaga, vão trabalhar na cidade ou em Florianópolis e só pegam o veículo de volta no início da noite tirando o espaço daqueles que precisam estacionar rapidamente para resolver um problema e sair logo em seguida.

A prefeitura de Biguaçu acordou para o problema e inclusive anunciou que em maio próximo, aniversário da cidade, o município vai voltar a ter estacionamento rotativo, o que é uma boa notícia. Não dá mais de viver nessa bagunça.

Mas nos preparativos para o projeto, entre os quais pintar as faixas reservadas para o estacionamento,  o que ajuda a orientar a população sobre onde pode ou não estacionar, tem havido umas verdadeiras “aberrações”. Que o diga uma rua chamada Firmino V. Bernardino!

Esta rua é uma transversal da avenida Francisco Roberto da Silva, entrada do bairro Praia João Rosa.

Esta rua tem as seguintes peculiaridades: 1) não tem saída, 2) no final dela, está sendo construído um edifício de 12 andares e 3) e é estreita no sentido de que sua largura é pequena.

Não é que os “inteligentes” da prefeitura ou sabe-se lá quem pintaram as faixas de estacionamento nesta rua em ambos lados!!! Sim, na ânsia de criar mais vagas (e assim faturar mais), não se atentaram para os limites dessa vida.

Ora, não é preciso ter alguma inteligência rara para perceber que, quando estiver funcionando o futuro prédio que está sendo construído no final desta tal rua Firmino Bernardino, o estacionamento em ambos lados vai provocar muitos transtornos.

Em primeiro lugar, sendo uma rua de ambas mãos (ida e vinda), se estiverem estacionados dois veículos em ambos lados, um carro que entrar nesta via no exato momento em que outro estiver saindo, os dois certamente vão esbarrar-se caso um não parar para que o outro faça a manobra. Em resumo: transtorno na certa.

Uma solução é transformar a rua em “mão única”. Ótimo. Mas tem um problema. A rua em questão é residencial e não tem saída.

Se for para entrar, ninguém mais sai e se sair, nenhum motorista vai poder voltar para sua casa, caso for morador no local. É rir prá não chorar.

Mas o engraçado foi que, como alguém na prefeitura não percebeu que não dá de colocar estacionamento em ambos lados desta rua Firmino Bernardino? E também não percebeu que, conforme já dito antes, dentro em breve haverá um edifício de 12 andares no final desta mesma rua cujo trânsito vai multiplicar?

Haja falta de bom senso e planejamento!!!

 

Rua Firmino V. Bernardino, Praia João Rosa. Prefeitura pintou vagas de estacionamento, mas não viu que a via é pequena. (Foto Reprodução Vídeo)

 

https://chat.whatsapp.com/CwLeRbK861A1Ks6fButk29

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio carlos, Governador Celso Ramos e região.

 

Publicidade