Publicidade

Vou transcrever a matéria que a assessoria de imprensa da prefeitura de Biguaçu postou no site oficial da instituição em 15 de março deste ano. Aqui vai: “A Prefeitura de Biguaçu e a empresa Eugênio Raulino Koerich assinaram na manhã dessa quinta-feira (14/03/2019) o contrato de adoção e revitalização da Praça Nereu Ramos, no Centro. O projeto contempla mais espaço para as pessoas e a reorganização da estrutura física e paisagística.

A assinatura do contrato e apresentação do projeto ocorreram no Centro de Distribuição da empresa (KAD) que recém iniciou suas atividades no município. O evento teve a participação do prefeito Ramon Wollinger, do vice-prefeito Vilson Norberto Alves, do presidente da empresa, Antônio Obet Koerich e do seu filho e diretor, Sérgio Furtado Koerich”.

Praça Nereu Ramos em obras. (Foto Ozias Alves Jr)

 

Desenho da revitalização da praça. (Foto PMB)

 

Prefeitura e Koerich assinam parceria para revitalização da Praça Nereu Ramos (Foto Paulo Rodrigo Ferreira – DICOM PMB)

 

Projeto de Revitalização da Praça Nereu Ramos (Imagem Divulgação PMB-Koerich)

 

 

Projeto prevê readequação dos canteiros e ampliação dos passeios (Imagem Divulgação PMB – Koerich)

 

Apresentação do projeto de revitalização foi prestigiada por autoridades e sociedade (Foto Paulo Rodrigo Ferreira – DICOM PMB)

MELHORIAS

Continua a matéria: “Com a adoção, a empresa assume o compromisso de executar uma série de melhorias como a limpeza fitossanitária geral, readequação dos canteiros, manutenção da pavimentação em petit pavê, realocação de vagas de estacionamento trazendo nova localização para o ponto do táxi, retirada das vagas de motos ampliando a circulação da praça, readequação dos banheiros existentes e criação de quiosque, melhoria no playground e troca do mobiliário urbano.

A Prefeitura participará do processo de revitalização com o fornecimento de equipamentos como caminhões e máquinas e a empresa terá, conforme previsto no contrato, o direito de explorar publicidade no espaço público.

“Este momento que estamos vivendo hoje prova mais uma vez o amor e o carinho que a família Koerich tem por Biguaçu. Primeiro o KAD, um grande empreendimento que trouxe emprego e receita para nossa cidade e agora um projeto que traz mais qualidade de vida, mais segurança, mais lazer para quem frequenta e usa a Praça Nereu Ramos”, comentou o prefeito Ramon”.

 

ASSINATURA

Continua: “O processo de adoção foi acompanhado pela Secretaria Municipal de Administração e Finanças e teve apoio técnico da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Biguaçu (Famabi), responsável pelo licenciamento ambiental.

“Estou feliz por ver a Praça Nereu Ramos, o imóvel público mais usado do nosso munícipio ter a atenção que precisa. Esta parceria com o Koerich vem coroar um projeto de suma importância que é oferecer uma estrutura melhor e promover o lazer à nossa população”, destaca o secretário Daniel César da Luz.

“Gostamos de Biguaçu, do seu povo e por isso estamos presenteando a cidade com este novo espaço. É preciso pensar no coletivo, pensar nas pessoas e por isso vamos fazer uma praça mais bonita, mais moderna e que traga mais lazer e bem-estar para todos”, destacou o presidente da empresa, Antônio Koerich.

Participaram da apresentação do projeto de revitalização secretários e vereadores, representantes da Associação Empresarial e Cultural de Biguaçu (Acibig), da Associação de Moradores do Bairro Centro (Amcebi) e dos taxistas com ponto no local”.

 

 

QUESTIONAMENTOS

Bom! Vocês leram a matéria? Não? Leem com atenção.

Vocês leram que será feito isso, feito aquilo etc. Mas a principal informação não foi dada: qual é o valor da obra.

Parece que são R$ 3 milhões. Trata-se de uma obra da lei Rouanet de Incentivo à Cultura. Ao investir na reconstrução da praça, a empresa poderá abater impostos federais pelo fato de ter feito a obra.

Nada contra. Pelo contrário. É muito bom que a praça esteja sendo revitalizada. Mas espera aí.

 

 

COMERCIANTES NÃO OUVIMOS

O prefeito Ramon Wollinger (PSD) autorizou em outubro de 2018 a construção do presídio em pleno perímetro urbano da cidade e NÃO CONSULTOU nem a câmara de vereadores nem a população através das entidades comunitárias.

Agora a “Sua Majestade Imperial Ramon Wollinger Iº” autorizou a obra na praça tirando as vagas de estacionamento, o que enfureceu a maioria dos comerciantes que trabalham no entorno da praça Nereu Ramos.

Não tem problema nenhum decidir tirar as vagas de estacionamento ou fazer qualquer mudança na praça. O problema é apenas um: a população não ser consultada.

Os comerciantes não foram ouvidos. Aliás, se ninguém provar o contrária, nem a própria Acibig (Associação Empresarial de Biguaçu) foi ouvida a respeito do projeto da praça.

Para ajudar em campanhas, a Acibig é procurada. Agora quando há algum projeto que, quer queira, quer não, atinge comerciantes, filiados da Acibig e CDL, aí a coisa é decidida sem consultar quem quer que seja.

Lamentável.

 

PRAÇA

Ninguém é contra arrumar a praça, mas essa obra era tão prioridade? A antiga praça Nereu Ramos estava em frangalhos? Estava tudo destruído? Encontrava-se toda precária? Não, não estava.

E o governo Ramon perdeu uma oportunidade de ouro para fazer algo muito importante.

O valor é R$ 3 milhões. Ok. Dá de construir uma creche gigante, conforme disseram alguns comerciante.

Calma aí. A lei Rouanet só permite obras culturais e creche não entra nesse quesito.

Mas ao invés da praça, a prefeitura de Biguaçu poderia ter apresentado algum projeto cultural solicitando que o Koerich utilizasse sua verba da Lei Rouanet.

Poderia ter sido:

 

  • Concha(s) acústica(s) na(s) praça(s),
  • A criação de um projeto tipo “Sexta Musical” durante meses ou até anos com apresentação de bandas em praças de Biguaçu.
  • O Arquivo Público DIGITAL com dezenas de computadores, scanners e outros equipamentos,
  • Ou uma NOVA E MAIS AMPLA sede da Biblioteca Pública de Biguaçu,
  • Ou um estúdio de gravação acoplado na Escola Municipal de Música para que munícipes de Biguaçu pudessem gravar suas canções próprias sem precisar gastar e, ainda por cima, contando com os alunos da instituição para o arranjo.
  • Ou num projeto de teatro amador,
  • Ou na construção de um novo e mais amplo Centro Cultural David Crispim Corrêa.
  • Ou num ginásio de esportes (que o Bom Viver tanto precisa) com um palco para teatro (para transformar que a obra seja transformada num projeto cultural).
  • Etc, etc, etc

 

EM RESUMO

Seria uma oportunidade de ouro para promover a cultura em Biguaçu, mas a prefeitura certamente não tem um só projeto nessa área, nem dá importância e muito menos acha importante o assunto.

O fato é que o Koerich tem R$ 3 milhões para gastar e descontar em impostos federais através da Lei Rouanet.

A população não tinha pedido uma praça nova e, se tivesse feito, não comentou a respeito da retirada do estacionamento.

Enfim, perdeu-se uma oportunidade de fazer muito, mas a administração do prefeito Ramon, que nunca disse para que veio, continua sua total falta de criatividade e boas ideias.

 

https://chat.whatsapp.com/KqM4tyur0hILhDrHAnFFBB

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio carlos, Governador Celso Ramos e região.

Publicidade