Publicidade

VALORIZAÇÃO DOS PROFESSORES = INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO = SOCIEDADE JUSTA E PERFEITA

 

Educação. (Foto Peggy und Marco Lachmann-Ankea por Pixabay)

 

Uma pergunta que todos nós fazemos, diz respeito a como encontrar soluções eficazes de melhorar o país, com maior desenvolvimento econômico, social, industrial, etc.

 

Uma das soluções que o colunista entende primordial se refere à necessidas da urgente VALORIZAÇÃO DOS PROFESSSORES, pois com tal medida se terá uma educação de melhor qualidade, consequentemente melhores profissionais no mercado e cidadãos com mais consciência crítica.

A solução para os problemas atuais do país passa obrigatoriamente por INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO.

Nos dias atuais, os professores não são valorizados pelos governantes e inclusive infelizmente por parte da população.

Os candidatos durante o período eleitoral colocam como uma das suas bandeiras de campanha, a melhoria na educação, juntamente com a segurança e a saúde, pois sabem que são fundamentais para a população.

Após eleitos, os então candidatos, agora já governantes, não cumprem as promessas de valorização dos professores, seja aumentando seus salários, implantando um plano de cargos e salários, proporcionando melhores condições de trabalho, viabilizando capacitação permanente, dentre tantas formas de investimento na educação.

Atualmente os salários pagos aos professores não são condignos com a relevância dos serviços prestados na sociedade, alicerçados pela dedicação de anos e anos de estudo e permanente capacitação.

Sem querer desprestigiar qualquer atividade profissional, o colunista entende que os professores deveriam ser muito bem remunerados, pois sem eles a sociedade não desenvolve em nenhuma área.

Os professores além de transmitir conhecimento, atuam junto aos alunos como conselheiros e amigos, tendo grande influência sobre os jovens, pois atualmente muitas famílias estão desestruturadas, com pais que não acompanham a vida escolar de seus filhos, não acompanham os deveres escolares, não comparecem as reuniões, bem como não estão preocupados com a disciplina e respeito que seus filhos devem ter em sala de aula, pelo contrário, muitos ainda procuram a direção da escola para reclamar dos professores que “chamam a atenção” de seus filhos.

Quando alguns pais são chamados para uma conversa com a coordenação ou direção da escola, vão muitas vezes apenas para fazer cobranças e críticas, esquecendo que precisam viver a vida escolar plenamente, sabendo o que ocorre diariamente no colégio do seu filho, evitando assim eventuais problemas.

Os pais quando procuram voluntariamente a escola, muitas vezes é para saberem os motivos pelos quais seus filhos estão com notas baixas e prestes a reprovar, não fazendo uma análise prévia se contribuiram diretamente para tal situação.

Parte da população precisa se conscientizar que valorizar o professor é fundamental para que o profissional atue com melhor autoestima, maior incentivo, bem como com respaldo para poder cobrar disciplina e respeito dos seus alunos.

O colunista já teve a oportunidade de atuar profissionalmente como Professor de Direito, junto a instituições particulares de ensino superior, podendo estar em sala de aula transmitindo conhecimento, trocando experiências, bem como aprendendo muito com os queridos alunos, tendo muitos deles se tornado atualmente verdadeiros amigos. Durante o período que o colunista ministrou as aulas, teve que se capacitar permanentemente, se mantendo atualizado e em condições de passar o conhecimento com excelência.

Com a valorização dos professores, investimento em educação, teremos uma educação com mais qualidade e assim uma sociedade mais JUSTA E PERFEITA.

 

(*) Fernando Henrique da Silveira é Funcionário Público Estadual, Membro da Academia de Letras de Biguaçu e Doutor em Ciências Jurídicas e Sociais.

fernandohsilveira@hotmail.com

Contato: 48 – 984578842 (WhatsApp).

 

https://chat.whatsapp.com/CwLeRbK861A1Ks6fButk29

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio carlos, Governador Celso Ramos e região.

Publicidade