Publicidade

Publicamos em 8 de fevereiro deste ano: “O JBFoco revelou ao longo desta semana a verdadeira “Farra” que o prefeito Ramon Wollinger (PSD) fez ao gastar por volta de R$ 11 milhões, ao longo dos últimos anos (2015-2018), em obras com dinheiro da COSIP, a taxa de iluminação pública.

Vale lembrar que em 2018, por exemplo, foram gastos R$ 4,6 milhões com a empresa Energiluz, isso sem licitação, pois o prefeito, além de determinar o aumento do imposto (sim, Ramon fez isso em 2017 e isso numa época de crise econômica no país), assinou um decreto de emergência, o que permite a contração de empresa sem a abertura de licitação.

A empresa contratada foi a Energiluz, que, ao longo dos últimos anos, no governo Ramon, já recebeu R$ 11 milhões de recursos da COSIP em obras com e sem licitação.

Um outro detalhe: em 2017, Ramon assinou decreto de emergência na cidade. Houve uma enchente, um terremoto ou fomos atingidos pela barragem de Brumadinho?

Não. A emergência alegada por Ramon foi que o interior de Biguaçu precisa de mais linhas de distribuição de energia elétrica, como se a região já não tivesse alguma rede elétrica.  É tanta “emergência” assim que não poderia ser feita uma licitação normal para a contratação da empresa vencedora? Realmente muito interessante!”

Não sabemos se o grande “apagão” que deixou os moradores de Sorocaba, interior de Biguaçu, sem eletricidade por 10 longas horas no último domingo (08/09) tem a ver COM OU A FALTA das obras em energia custeadas pelos R$ 11 milhões da Cosip autorizada pelo prefeito Ramon, mas o fato interessante é que o prefeito Ramon nega-se terminantemente de prestar quaisquer esclarecimentos a respeito. Tem algo a ver ou não? Houve investimentos na rede elétrica de Sorocaba custeada pelos R$ 11 milhões da COSIP autorizada pelo prefeito Ramon? Sim? Não?

Não temos poder de justiça nem de polícia para exigir do prefeito a apresentação do relatório das obras realizadas, custos, notas fiscais, detalhes etc. Infelizmente a câmara de Biguaçu, com honrosas exceções, não investiga nem exige explicações.

Mas num país sério, no mínimo já haveria até CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para descobrir o que realmente está acontecendo.

 

Ozias Alves Jr (Editor)

E-mail: reportagemjbfoco@gmail.com.

 

Prefeito Ramon Wollinger deve explicações à sociedade sobre os R$ 11 milhões de gastos com COSIP. Você não é um Rei para não prestar esclarecimentos à sociedade. (Foto Arquivo JBFoco)

 

JBFoco Online – Segunda-feira (09/09/2019)

 

https://chat.whatsapp.com/Lt0gdEGjQiYAvavsWLeuTf

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.

 

Publicidade