Publicidade

TAXA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL: POLÊMICA

Na semana passada, o vereador de Biguaçu, Edinei Müller Coelho, o “Patê”, entrou com o Requerimento acima em anexo, referente a TPA – Taxa de Preservação Ambiental, que será cobrado em Governador Celso Ramos a partir de Novembro próximo, segundo o formações.

No Requerimento o vereador solicita uma Reunião Diplomática, com os Prefeitos e Vereadores dos três municípios da Comarca, afim de se chegar a um acordo e com isto a ISENÇÃO dos munícipes de Biguaçu e Antônio Carlos para pagamento festa Taxa.

“Ainda informo que NÃO dou contrário a cobrança da referida Taxa, pois somos sabedores dos transtornos que os turistas trazem ao município de Governador Celso Ramos, bem como para o Meio Ambiente em geral. E entendo que essa Taxa seria de suma importância para investimento em melhorias e infraestrutura, para os moradores nativos de Governo Celso Ramos, como para os Turistas também”, disse Patê.

“Mas também acho justo a ISENÇÃO dos munícipes da Comarca, pois a 50 ou 60 anos atrás, éramos apenas uma município só…e também pelo fato de GCR usar nosso sistema de Saúde, nosso Lixão e Vice-versa. Somos uma Comarca onde a harmonia entra os três Municípios sempre prevaleceu, e neste casa não pode ser diferente e o bom senso deve prevalecer acima de tudo”, observa o vereador.

“Destaco ainda que todos os Vereadores de Biguaçu assinaram o referindo Requerimento e foi aprovado por unanimidade”, finaliza.

 

Patê. (Foto Arquivo JBFoco)

 

 

Requerimento 077. (Foto Divulgação)

 

JBFoco Online – Quinta-feira (19/09/2019)

 

https://chat.whatsapp.com/Lt0gdEGjQiYAvavsWLeuTf

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.

Publicidade