Publicidade

Bastou diminuir os repasse federal do FLM e do estadual do ICMS para que a prefeitura de Biguaçu entre em polvorosa

 

Às 16h da próxima sexta (13/09) (coincidentemente uma Sexta-Feira 13), haverá uma reunião entre o prefeito Ramon Wollinger (PSD) com os vereadores. Na pauta, a discussão sobre a “Lei Orçamentaria para 2020”. Trocando em miúdos: a discussão será a crise financeira na prefeitura de Biguaçu. O evento ocorrerá no auditório do Centro Cultural David Crispim Corrêa (prédio da educação e da biblioteca pública da cidade).

Conforme noticiamos recentemente, a prefeitura de Biguaçu teve uma redução drástica do repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Como a prefeitura de Biguaçu tem mais de 1.700 funcionários e nos anos de “Vacas Gordas” do dinheiro fácil oriundo dos impostos da Central de Distribuição de Combustíveis da Petrobrás em Santa Cruz (Rússia), interior do município, resolveu gastar contratando mais gente e criando mais compromissos, tudo para agradar aliados e fazer média com a população, basta qualquer redução no volume de arrecadação para logo a prefeitura entrar em polvorosa.

Agora imaginem, caros leitores, se a Petrobrás sair de Biguaçu, conforme já está sendo cogitada. A prefeitura de Biguaçu entrará em colapso, pois terá certamente uma redução de mais de 50% de toda sua arrecadação.

E o pior de tudo é que o prefeito Ramon, que até hoje não explicou para que veio, não tem “Plano B”, “C”, “D”… “Y”, enfim, nada.

Numa hora como esta, é preciso um líder de visão que saiba analisar a situação e escolher a estratégica adequada, mas é isso o que falta a Biguaçu: um líder verdadeiro.

 

Ofício marcando a reunião sobre o Orçamento 2020 para a próxima sexta, 13 de setembro. (Foto Divulgação)

 

JBFoco Online – Terça-feira (10/09/2019)

https://chat.whatsapp.com/Lt0gdEGjQiYAvavsWLeuTf

Clique no link acima e receba gratuitamente notícias do JBFOCO regional. Nesse grupo não existe interação. Somente recebimento de matérias jornalísticas de Biguaçu, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos e região.

 

Publicidade